origem
Eusébio +10: Dezembro 2010

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

make my day

Será possivel que esta organização nojenta vai finalmente desenterrar a cabeça da areia e meter ordem no futebol cá do burgo?

Camaradas, isto valia mais que dois camiões cheios de teenagers argentinos....

domingo, 19 de dezembro de 2010

critérios

Confesso que desde que ouvi o Pedro Henriques interpretar a regra da "mão" (anulou um golo ao Benfica porque Miguel Victor tocou com o braço na bola quando estava deitado e de costas para a mesma) que desisti de tentar perceber se a intencionalidade interessa ou não para alguma coisa...

Depois de mais um fim de semana de bola, percebo que de facto o único critério relevante no assinalar de grandes penalidades é a cor das camisolas...

Se o penalti assinalado ao Coentrão foi completamente ridículo (uma bola q ressalta na coxa e vai ao braço), o desta noite assinalado ao David Simão (tb ele do Benfica) fica na história deste campeonato... e daí talvez não fique, porque a equipa do Victor Pereira insiste em proporcionar-nos estes grandes momentos de comédia todos os fins de semana e a coisa começa a banalizar-se.

Convenhamos que se o Benfica 09/10 tivesse alguma vez beneficiado de um penalti deste gabarito e não se devia falar de outra coisa durante os próximos 20 anos. Mas com os Andrades isto começa a ser de tal forma um hábito que já ninguém comenta... ou melhor, o grilo falante brada a quem o queira ouvir que é roubado todos os fins de semana, o que até dá um colorido interessante a um campeonato tão monótono.

Bom, e com esta me despeço até ao Natal, certo que o menino jesus me vai trazer dois adolescentes argentinos que me vão dar imensas alegrias num futuro longínquo. Até lá aguardaremos pacientemente o próximo penalti assinalado ao Coentrão por tirar macacos do nariz dentro da pequena área, ou a próxima vez que o Falcão for vitima de uma agressão causada pelo mau hálito de um defesa.

domingo, 12 de dezembro de 2010

hoje quiseram...

Não foi brilhante, mas foi bastante bom...

Técnica e tacticamente esta equipa está a anos-luz do que fez o ano passado, mas um pouco de agressividade disfarça muito bem as lacunas do plantel.

Desde o inicio do ano que defendo que o grande problema da equipa é psicológico, resultado duma miserável politica de gestão de recursos humanos. Parece que hoje os rapazes se cagaram nos contratos, nos prémios e nas merdas, e jogaram para ganhar como homens de barba rija... o 'querer' chegou e sobrou para meter este Braga no bolso.

Muito bem os novatos Julio Cesar e Sidney, surpreendente o Gaitan, e todos os outros jogaram ao seu melhor nível (incluindo o David Luiz).


PS - A rábula do boicote terminou da mesma forma patética que começou. LFV está cada vez mais sozinho, porque o boicote aos jogos em casa parece ter sido o único que veio para ficar.

TICHA - uma pequena enorme noticia para o Benfica

É inacreditável como o anuncio do regresso da Ticha Penicheiro aos pavilhões portugueses passa praticamente incólume na imprensa desportiva.

A Ticha foi (e ainda é) das jogadoras mais valiosas da WNBA. Joga ao mais alto nível há mais de dez anos e tem acumulado títulos por todas as equipas por onde passa. Individualmente acumulou vários titulos de MVP e pulverizou todos os records de assistências. Ainda é um icon na Universidade Old Dominion e uma das jogadores mais reconhecidas na Europa (Russia e Italia) onde tem vindo jogar na off-season da WNBA.

A Ticha, por ser base e uma presença discreta, não pode ser comparada a um Cristiano Ronaldo... Mas não fica nada atrás de um Rui Costa... ela é a maestrina de todas as equipas por onde passa. A Ticha decidiu regressar a Portugal, e para minha sorte vai jogar a 100 metros de minha casa, no modesto M-Cell Algés, um clube com muito mais história que recursos.

Como é que é possível a contratação da Ticha pelo Algés? Simples, a eventual participação do clube na liga espanhola ainda este ano. É bom para os patrocinadores (que alargam mercados) e bom para a Liga (aumenta a visibilidade). O basket feminino vai avançar este ano e o masculino provavelmente já no próximo.

Os nacionalistas podem berrar tudo o que quiserem mas o futuro das nossas competições desportivas passa por Espanha... na minha opinião, felizmente! O nosso campeonato de futebol regride anualmente em termos de receitas em comparação com todos os outros, e esse facto é apenas mascarado pelo facto de termos 2 ou 3 equipas que açambarcam 95% das receitas e se mantêm (ainda que em franco declínio) minimamente competitivas internacionalmente.

Por muita areia que nos atirem para os olhos, o Benfica só poderá voltar a competir entre os grandes quando tiver acesso aos mesmos mercados. E quando isso acontecer temos tudo para ombrear com qualquer equipa do mundo. Por enquanto somos grandes demais para um campeonato regional e falso que nos tem arrastado para a sua mediocridade.

Chamem-me lunático, mas eu acredito que hoje o pequeno Algés teve uma Ticha e amanhã o Benfica terá o mundo.

E os pseudo-nacionalistas deste país que percebam que a participação das nossas equipas numa liga ibérica não nos faria menos portugueses, e só nos poderia unir mais em torno do que é nosso. É estranho como muita gente prefere ver os nossos valores ir jogar (estudar ou trabalhar) para fora, do que permitir que se criem as condições para que possam ficar cá a competir pelo que é nosso.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

o efeito jesus

From ChamaGloriosa


"O "efeito Jesus"

Diz quem sabe, ou melhor eu ouvi dizer que, as segundas épocas do Jorge Jesus nos clubes por onde passou são sempre péssimas. Se for assim, o que se vai vendo está explicado.
Mas se assim é, o ano passado foi diametralmente oposto, e, razão para isso ter acontecido foi uma causa já determinada: o "efeito Jesus".

Foi sem dúvida com o peito feito e com aquele ar mariola de puto de rua, que se apresentou e desenvolveu Jorge Jesus no Benfica um trabalho que culminou com a vitória no nosso Campeonato (desculpem lá mas embirro com a palavra Liga!). Foi uma época de bom futebol mas que foi ombro a ombro com o Braga até ao fim. Somada que foi a expressiva vitória na Taça da Liga, má taça de Portugal ... e uma "Euroliga" que se finou com um jogo em Anfield em que o nosso timoneiro, se trocou todo - dizia ele que tinha de ser-, caso contrário se teria perdido o campeonato.

E eu não duvido.

Rentabilizou jogadores, contratou outros menos bons, mas no meio de tudo aquilo que se passou, houve a invariável colagem de Vieira ao sucesso, apagando Rui Costa, ou sacudindo-o para planos secundários, num desdém típico desta personagem assim ao jeito «nabo, foste buscar o Quique, eu é que sei disto!» registando a patente do resgate do JJ à torre das Antas.

Bom e isto pegou, a tribo Benfiquista impressionada pelo rolo compressor, pelo "all in financeiro" ... "acraditou".

O Vieira tinha dito que este era o mandato para a estabilidade financeira, e acima de tudo para as vitórias no campo desportivo. Vencido o campeonato, a tribo Benfiquista a confiar no trabalhinho de casa bem feito em relação à época seguinte - porque efectivamente eles diziam que estava tudo a ser pensado!-, objectivos enormes até além fronteiras, e entrámos numa pré-época que nos fez gelar o sangue nas veias.
Um homem andou a reinar com o Villas Boas, e o puto pá, espeta com um monumental banho de bola na final da supertaça.

E pronto, o capital de confiança foi-se precoce.

Ainda se falou que tinha sido por causa do mundial, os substitutos dos que se foram, não chegaram, pese embora o empenho que Luís Vieira colocou no resgate do soldado Wesley no Brasil e o Rui Costa com o «xau» dado pelo Hleb, dois falhanços muito ao jeito do que nos habituaram.

E foi assim, a tribo Benfiquista andava com o coração nas mãos por causa do Roberto, quando o campeonato começou e pum, pum, pum ... azares atrás de azares, e lá voltou o discurso poético do nosso Colaço & Guerra sobre os apitos dourados e afins.
A coisa até pegou porque o Porto tinha ganho com uns jeitinhos, a malta tinha sido gamada nuns penaltys, mas verdade seja dita, assim que apareceu o Nazaré a ler o comunicado do «boicote», que deu para ver que o amadorismo tinha voltado novamente ao Benfica. Voltado se calhar não é a forma mais correcta de dizer, o tal "efeito Jesus", é que nos fez esquecer a incompetência de Luís Vieira e Rui Costa à frente do futebol profissional do Benfica.

Tinha sido de tal forma o rolo compressor a época passada, que a tribo Benfiquista até se esqueceu desta dupla maravilha: O mentor e o aprendiz de Presidente.

E retomando o fio à meada, comunicado ... boicote e Champions a correr mesmo mal, o Estádio da Luz a meio gás... jogo no Dragão, a tribo com a adrenalina a 200% e pum, pum, pum, pum (deixa cá contar...bem me parecia) pum!
Levámos com 5 batatas dos andrades que foi épico.

Aliás, mais um feito com a chancela do Luís "90%" Vieira... nada que uma boa moamba com os amigos em Luanda não ajudasse a esquecer!

Eu fiquei em estado comatoso, aliás terei sido eu e uma boa parte da tribo porque até ficámos com o orgulho a hibernar que ainda hoje não sei se saio, ou se volto a fazer como os ursos.

Mas não, mas qual ursos, qual carapuça.

Os ursos foram aqueles que ficaram na BTV a falar de apitos, o resto do pessoal até encaixou bem, e lá partimos nós para a Champions, apoiados naquela memorável época do Koeman em que o all in na Champions até foi épica.

Mas isto falhou!

Epá o Jesus já não deve ter mão naquilo, fez umas borradas aqui outras ali, o Luís Vieira convidou os «opinadores e canetas de aluguer» para irem pregar para a Terra Santa, meteu-os todos no Airbus um dia antes do previsto, visita guiada a Jerusalém com direito a muro das lamentações e tudo, e os Hapoelenses espetam-nos com mais 3 batatas…

Foi do caraças, um gajo começou logo a ver mal o filme.

Estava a ser demais, como a vida do Rui está num virote, o nosso Luís arregaçou as mangas, e lá foi o nosso negociador buscar o que era para ter vindo mas não veio, para o lugar do Ramires em Agosto. Elias, internacional Brasileiro, bom ... 3ª, 4ª, 5ª feira de intensas negociações, para tudo acabar na 6ª feira com o enviado do amigo Cerezo a chegar a S. Paulo e dar um bigode no nosso emérito Presidente. É mais do mesmo!

Safou isto tudo do Elias, os gajos da Tertúlia que refinaram a arte de bajulação a um nível estratosférico , mas graças a Deus que há quem tenha aberto a pestana, e tenha batido com a porta, abençoado sejas Pedro que decidiste ir para as bancadas apoiar, mas não deve ter sido fácil ilustre Benfiquista(deves ter ficado regelado), quando te viste numa triste noite em que saímos da Champions, sem orgulho, sem mérito e com muitos aplaudir o efeito Lacazette.

E lá apareceu o amigo Rui, com aquele discurso profiláctico, que até é normal, pelo que a equipa não quis jogar, pelos menos de 20.000 benfiquistas que foram ao estádio e sentiram-se abafados por uns 4.000 bárbaros ... e porque convém dar a cara de vez em quando, aparece a moralizar cabisbaixo o perspectivar de quatro frentes boliçosas para vencer.

Resumindo, o "Efeito Jesus" não tem resultado nesta 2ª época, o negociador continua com as mesmas capacidades, o apresentador vê-se na contingência de não ter ninguém para apresentar craques a sério.

Se isto tudo voltou à normalidade, bom será que caso pensem como é hábito correr com o Jorge Jesus, que arranjem outro que pelo menos faça boas primeiras épocas.

Este tipo de gestão, assim querem, 90% daqueles que aplaudem a mediocridade no Sport Lisboa e Benfica.

Vamos lá levar isto com seriedade, a vossa figurinha esta época tem sido triste e pobre, não me afectaria muito se não se tivesse a passar no Benfica, mas afecta-me a perda de património, afecta-me 400 milhões de passivo e receio profundamente o futuro do Benfica, visto estar nas mãos de quem está, e do mesmo já ter estoirado com um Alverca.
Passaram-se 10 anos mas ainda me lembro!

Abraço do Papoila Calmante"

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

vergonha

mais um jogo absolutamente vergonhoso... não sei quantos adeptos foram hoje à Catedral, mas os poucos que foram mereciam o reembolso do bilhete, uma camisola autografada (pelo Aimar), e o direito de enfiar um murro nos cornos no seu "culpado" preferido... o meu já sabem quem é...

PS - os imbecis que continuam a assobiar Peixoto, de castigo, deviam ser obrigados a ver todos os jogos do Benfica até ao final da época.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

a merda continua

Não é que o futebol nacional precisasse de grande ajuda, mas as duas putas que voaram da Madeira para apitar os jogos dos 1º e 2º classificados do campeonato, acabaram por fazer uma demonstração cabal que o melhor mesmo é escolhermos entre o Real e o Barça e ir vibrando com o que se passa do outro lado da fronteira.. aqui está mais que visto que mudam as moscas mas a merda é sempre a mesma.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

ainda o guito

No primeiro trimestre da presente época desportiva, a Benfica SAD obteve um resultado líquido positivo de 6,9 milhões de euros, consequência das transacções dos atletas Ramires (Chelsea), Halliche (Fulham) e Makukula (Manisaspor).

As contas não são difíceis de fazer: se com a venda destes 3 jogadores se obteve um resultado positivo de 7 milhões, qual teria sido o mesmo sem estas receitas (nada) extraordinárias? 7.5 milhões de prejuízo (por trimestre), equivalendo aos 30 milhões de prejuízo anual que LFV nos tem habituado desde a sua equipa maravilha... AH, já sei... LFV vai me corrigir dizendo que basta vender 3 jogadores por 60 milhões para equilibrar as contas.... pois... o que está à vista é que nem vendendo 2 Ramires, 2 Haliches e 2 Makukulas por ano vamos ter um resultado anual positivo...


Em contraponto, o passivo consolidado da SAD encarnada aumentou 6,7 por cento, situando-se agora em 399 milhões de euros, com o aumento a explicar-se muito pelos investimentos efectuados na aquisição de atletas no decorrer do trimestre (Roberto, Gaitán, Oblak e Jara)."

Não deixa de ser irónico que chegámos à marca dos 400 milhões de passivo depois de contratar estas 4 aves raras. Mas tenho a certeza absoluta que daqui por um ano LFV os vende a todos por, pelo menos, 100 milhões... cada um...

O próximo que feche a porta e apague a Luz...