origem
Eusébio +10: Setembro 2012

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Hoje é a noite!

Esta noite o Benfica joga um dos jogos mais importantes da sua história. As tácticas cobardes e anti-democráticas do LFV podem fazer mossa (eu não consigo estar uma quinta-feira à noite em lx)) mas acredito que serão muitos a marcar presença e a dizer BASTA. A mama está a acabar e o fim deste período negro está cada vez mais próximo.

TODOS PRESENTES - VIVA O BENFICA

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

caminhando para o precipicio

Nao vi o jogo de Coimbra, mas fica para a historia 1 ponto apenas, muitas oportunidades falhadas, um presidente do Benfica ausente (mais uma vez) e mais uma arbitragem sem macula de mais um acolito do Papa.  Ate' aqui nada de novo.

O que me surpreendeu foi um administrador da SAD do Benfica vir a publico mandar bitaites e acusar sem por os nomes nos acusados.  Para quem nao gostava de papagaios, parabens, porque levou um para casa.  A juntar a tudo isso, levou com um processo de inquerito em cima, mandatado pela FPF, presidida pelo tal ex-administrador dos andrades de quem o nosso presidente e' tao amigo. 

Nao gosto de ver o treinador ou jogadores virem comentar arbitragens (tudo porque da' sempre em castigo).  Mas ver uma pessoa que tem responsabilidades no rumo do clube faze-lo parece desnorte.  E com tudo isto, passado quase uma semana, ter um presidente (ainda) ausente e' mais preocupante ainda. 

Se e' para mudar a posicao do Benfica em relacao aos poderes instalados, que se faca com forca e chamando os bois pelos nomes (umas ideias: Vitor Pereira, Fernando Gomes, Joaquim Oliveira, o gajo dos especiais que quis dar dinheiro ao bandeirinha mas enganou-se na conta, o andrade dos bastidores (Antero do raio que o parta), Madail, Carraca...).  Mas se e' para fazer papel de virgens ofendidas, esse peditorio fica mais bem assente nos nossos vizinhos ao pe' de Telheiras. 

E' incompreensivel como o Benfica de Vieira caminha a passos largos para esse precipicio chamado sportinguizacao e continua tudo de palas nos olhos, batendo palminhas por termos um museu novo ou termos empatado com o Celtic.  O que se segue?  Aceitar que um activo de 9 milhoes va' para a B?  Continuar a aceitar o 4-4-2 Banzai como a tactica ideal para um plantel sem meio campo e com laterais adaptadas?  Ou sera' que vamos aceitar o pacote de transmissoes televisivas vendidas aos oliveirinhas por tuta e meia que deve ser anunciado depois das eleicoes?



quinta-feira, 20 de setembro de 2012

o parecer

Aqui por Boston ha' um recorde que faz alguns adeptos do Red Sox inchar de orgulho enquanto outros, menos dados a euforias, apenas sorriem e dizem "whatever..."  Conta a historia que os Red Sox tem o estadio completamente lotado ha' mais de 780 jogos.  780 jogos, em casa, no baseball, corresponde a qualquer coisa como 9 anos e meio.  E' obra.  Nao fosse o recorde estar transviado, e haver muito mais interesse em manter a aparencia de que isso e' verdade (venderam de facto os bilhetes todos, mesmo se o estadio, na televisao, esta' tudo menos cheio), era coisa para o Guiness, quase de certeza.

Vem esta pequena rabula a proposito do Glorioso.  De onde vem, para onde vai.  Quando eu era puto, uma das coisas que me marcou mais foi ver o Veloso, de equipamento todo vermelho, ajustar a bola na marca de penalty, dar uns passos atras, e... falhar o golo que nos poderia ter dado a 3a Taca dos Campeoes Europeus.  Aos 13 anos ja' eu vivia o Benfica intensamente, sempre agarrado 'a TV ou ao radio quando nao podia ir ao Estadio da Luz ver o meu Benfica jogar.  Mesmo no 1o anel do topo Sul, com os SuperCabroes no segundo anel mesmo por cima de mim, la' estava eu, cachecol ao pescoco, a vibrar com a rapaziada vestida de vermelho.  E o Benfica era religiao.  Era motivo para me benzer sempre que passava de carro em frente ao Estadio.  Era de ir ate' ao estadio so' para ver os treinos no antigo campo 3, ou ver a malta do atletismo, ou ir 'as aulas de natacao 'as 8 da manha.

Hoje, o Benfica vive de recordes ficticios ou daqueles que nao interessam a ninguem.  Manniche marcou muitos golos pelo Benfica?  Nao faz mal, porque o Rodrigo vai ser vendido ao Real Madrid.  Valdo jurou amor eterno ao clube?  Ah, mas nao jogou no Zenit, como o Witsel.  O Eriksson ganhou campeonatos e tacas e esteve em finais europeias?  Ta' bem, mas nao potenciou jogadores.

A diferenca esta' nos detalhes.  Com Joao Santos ou Ferreira Queimado, o Benfica esteve sempre em primeiro.  As casas do clube apareciam por opcao de grupos de socios de uma localidade, e, com maior ou menor pompa, la' eram inauguradas, 'as vezes com a presenca de Eusebio ou Simoes ou de actuais jogadores.  O Benfica nunca foi um entreposto de jogadores, porque os jogadores queriam jogar no Benfica, ser campeoes pelo Benfica, chegar 'as finais europeias e dar tudo para as ganhar.  Nunca houve medo de jogar contra o Ajax, o PSV, o Manchester United, o Marselha, o Milan ou o Real Madrid.  Nunca se jogou para o empate, porque o empate poderia significar a "morte do artista".

Nos ultimos 30+ anos, passaram pelo Benfica fantasticos jogadores e jogadores muito fraquinhos.  O meu idolo sempre foi Valdo, e suspirei de alivio quando Pringle se foi (finalmente) embora.  Sempre questionei o porque da pouca utilizacao de Stanic e o nao reter Edilson.  Sempre me deu gosto ver Ricardo e Mozer a comandar a malta, Preud'homme na nossa baliza, Poborsky ou Paneira nas alas, Schwarz, Thern, Magnusson.  Nunca gostei de gajos como o Sabry, o Paulo Almeida, o Carlitos, o Panduru, o Nelo.  E por ai fora.  Passaram tambem treinadores mais modernos e treinadores mais retrogrados.  Eriksson foi um achado, Toni e' muita alma para pouca cabeca, Jesualdo foi incompreendido, Mario Wilson e' uma paz de alma que me fez perceber que 'as vezes poe-se tudo de lado para ajudar o Benfica, e Trappatoni foi um senhor treinador.

Mas NUNCA entramos em campo a pensar "se nao perdermos, e' positivo".  Fomos varias vezes a Milao, ao Giuseppe Meazza, mostrar ao Milan como se faz.  Fomos a casa do Liverpool mostrar que mesmo que eles nao andem sozinhos, o Benfica nao tem medo de bifes.  Demos 3 ao Arsenal em Londres.  Dominamos em muitos campos, muitas vezes.  O Benfica nunca se encolheu, mesmo se o poderio (ou a altura ou a forca) do adversario fosse imponente.

Ontem voltamos de Glasgow com um 0-0, contra uma equipa que nao tinha o seu melhor jogador e que joga... bem, na Escocia (nao e' preciso dizer mais do que: ate' o Cadete era vedeta la'...)  A atitude dos benfiquistas a serio de que "e' um ponto" e "o Barcelona vai ganhar a todos e ate' a nos" ou "ja' esta' quase garantido" e' de uma pequenez ensurdecedora.  Empatar com o Celtic e' bom?  Em que planeta?  Ah, no planeta em que potenciamos jogadores.  Tinha-me esquecido.

O Benfica de hoje, tal como os Red Sox, vive de ilusoes.  Ilusao de que somos imbativeis.  Ilusao de que os nossos sao os melhores jogadores gracas ao nosso brilhante treinador.  Ilusao de poder que o nosso "presidente" tem.  Uma visao quase Orwelliana, em que mesmo nao ganhando nada, ganhamos sempre qualquer coisa.  Como um ponto.  Em Glasgow.  Contra um Celtic.  Este Benfica de Vieira e' uma pobre demonstracao do que e' (foi?) e tem que ser (foi?) o Benfica.  E' um Benfica em que o poder e' surripiado, em que a incompetencia e' elevada a patamares superiores sem ser punida, em que o treinador insiste em ser casmurro e teimoso, no proposito de "potenciar jogadores" que nao tem um pingo de talento que se possa potenciar.  O Benfica da minha juventude perdeu-se no pantano criado por Vale e Azevedo e perpetuado por Damasio e Vieira.  Um passivo galopante nao e' motivo para satisfacao, mesmo que se venda Witsel 'as mijinhas e Javi aos bocadinhos.  E se Jesus acabar no Porto, o Benfica vai continuar a ser o Benfica e o Porto continuara' a ser corrupto.

Esta mania de ver o que os outros fazem e pagar na mesma moeda e' mesquinho e nao pertence aos pergaminhos do clube.  Nao quero saber que A ou B podem ser desviados para os andrades.  Nao me interessa que tenham marcado 3 golos em fora de jogo e 4 com a mao.  O que me interessa e' que tenha um plantel de 24-25 jogadores de qualidade indiscutivel (nao 70 de qualidade dubia), e que ganhe os jogos todos.  Ou, pelo menos, faca por isso.

A atitude mesquinha da direccao ja' esta' implantada. Por isso serao mais 4, 8, 12 anos de Vieira e acolitos.  E serao mais 2 titulos no maximo.  Mas muitas Tacas da Liga e muitas vitorias morais.  E um centro de estagio que e' o orgulho do pais.  E um estadio que se ve do espaco.  E muitos, mas mesmo muitos, jogadores potenciados.  Mesmo se 'a custa de um passivo galopante. 

de petardo em petardo, onde vais tu Benfica?

Ontem fui ver o Benfica. Não aquele cheio de activos valiosíssimos provenientes da América do Sul, mas o dos miúdos que sonham jogar de águia ao peito desde que nasceram. Éramos cerca de 1500 adeptos ontem na Luz. Por volta da meia hora de jogo, com os meninos armados em vedetas e a perder por 1-0, um benfiquista verdadeiro lançou um petardo para cima de uma família benfiquista, pai e dois filhos pequenos, que apanharam o susto das suas vidas. Gritos, insultos, ameaças... lá vêm os spotters, ninguém viu e ninguém sabe quem foi. Passado 10 minutos, benfiquistas verdadeiros e policias trocavam graçolas, e as duas crianças ainda choravam ao colo do pai. Benfiquistas verdadeiros gritavam "que se foda JJ nós queremos Benfica B", e outros benfiquistas verdadeiros respondiam com olhares de repulsa. Creio que o que ainda me prendia ao Estádio da Luz morreu definitivamente. É isto o Benfica de Vieira.

De noite, tivemos direito a Champs em formato de jogo de pré-época. Muitas caras novas, ainda mais adaptações, e uma curiosidade imensa de ver o que dava. Os primeiros minutos foram preocupantes, depois a coisa acalmou, e o jogo foi tranquilo. Os reforços estiveram bem e todos suspiraram de alívio no fim.... não perdemos 3-0! Para a semana goleamos o Barcelona e a coisa compõem-se. Soltas:
- que jogão do Gaitan. O mete-nojo quando quer joga à bola.
- Aimar, sem ser brilhante, foi como de costume o mais lúcido em campo.
- Melgarejo esteve bem, Almeida provou que é uma alternativa e ainda vai ser muito útil (no meio-campo). Jardel esteve imperial.
- Salvio esteve apagadíssimo e Rodrigo, enfim....é titular porque tem de ser a próxima mais-valia.
- Enzo só não foi uma enorme desilusão porque já pouco espero dele. Não consigo entender quem conseguiu ver uma boa exibição e menos ainda quem acha que ele pode vir a jogar naquela posição. Prefiro muito mais o Aimar a 8, e eventualmente o Gaitan ou o César a 10.

Entretanto, diz que o Benfica entrou em falência técnica, mas só pode ser engano. O Domingos Soares de Oliveira é um génio da gestão e se o ano passado tivemos receitas record na Champs (22 milhões) e vendemos o Coentrão (30 milhões), não é possível ter acabado o ano com prejuízo. É possível? 11.6 milhões de prejuizo? não, só pode ser engano.... mesmo que seja verdade este ano vendemos o Javi e o Witsel e vamos ter um lucro de uns 50 milhões!!! (pausa para rir/chorar). O Vieira é o maior e o Jesus é um génio. 

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Força Jardel

Muito se tem dito e escrito em relação ao caso Luisão.

Relativamente ao castigo aplicado, sem qualquer hipocrisia, nada tenho a dizer. O que ele fez (dramatismos à parte) foi grave e injustificado, e o castigo parece-me adequado.

(pausa para insultos)

Sim, o Deco, o Pedro Silva, o Beluchi, e o Kostadinov, fizeram igual ou pior, e passaram incólumes quando mereciam um castigo talvez bem mais pesado. A única diferença é que os responsáveis desses clubes souberam agir atempadamente e conseguiram evitar ou minimizar quaisquer consequências. O Papa, nem que tivesse de importar o gaijedo do Brasil inteiro para a Alemanha, jamais sairia daquele estádio sem que o árbitro tivesse pedido desculpa por ter dado um encosto ao Maxi e estragado aquele dignificante espectáculo. E nós? O Jasus foi o que se viu: "Javi, lol, vai ta substituire e o totó nem as vai dar por nada, lol". O Carraça acho que ainda se deve estar a rebolar no chão a rir. E o LFV foi de mão dada com o seu amigo andrade pedir desculpa.... E nós, claro, achamos que o mundo está contra nós... típico.  

Bom, voltando ao que interessa. Se há uma coisa contra a qual os Benfiquistas se têm insurgido e onde eu dou a mão à palmatória, é o facto de não se ter contratado mais nenhum central este defeso. A meu ver, o Benfica tem no seu plantel os 4 melhores centrais a jogar em Portugal. Digo-o sem demagogia. Digo-o porque acredito piamente que não trocava um único dos nossos centrais por qualquer um dos centrais dos nossos adversários. Se Luisão e Garay são do melhor que há no mundo, Jardel e Miguel Victor são do melhor que há em Portugal. Contratar mais um central seria passar um atestado de incompetência a estes dois excelentes jogadores. Confio em ambos. Gosto muito do Miguel Victor e acredito muito no Jardel. Não estão obviamente ao nível do Luisão (quem está?), mas chegam e sobram para o que temos pela frente.

O drama não está no centro da nossa defesa. Está nas laterais e no enorme vazio que é o nosso meio campo. Hoje vamos entrar em campo sem laterais e com um meio campo destroçado. E disso não têm o Jardel ou o Miguel Victor culpa nenhuma. Sejam grandes os dois!

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

para quem sabe

1- saviola estava velho.  nelson oliveira e' portugues e nao consta do fundo.  saviola marcou 1 e deu um a marcar.  nelson tambem marcou 1.  mas jasus e' que sabe...

2- luisao, como previsto, levou com a ripa.  outras peitadas, mas 'a vista mas com actores diferentes, nunca deram em nada.  a cor da camisola arde nos olhos.  continue-se a apoiar os gomes e continue-se a contratar as carracas do futebol.  esses e' que sabem...

3- witsel mostrou que o talento que tem para o futebol nao lhe chega 'a ervilhinha que tem na cabeca.  a falta de caracter gritante veio ao de cima com um contrato russo milionario.  o zenit pode ser muita coisa, mas maior que o benfica nunca sera'.  e tu, caro witsel, se nao fosse o benfica, ainda andavas pelo standard a ver se algum russo te pegava e te dava o tal contrato milionario.  mas tu la' sabes...

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Aimar e Gaitan

Divertem-me os treinadores de bancada que em defesa do Benfica com 4 avançados não encontram no 11 titular espaço para o Pablito Aimar. Acho hilariante os que dizem que ele está velho e não aguenta 90 minutos. Seja em Portimão ou no Nou Campo, ver o Pablito Aimar com o manto sagrado é actualmente o maior orgulho que sinto enquanto Benfiquista.

O Nico Gaitan voltou a marcar um golo ao alcance de muito poucos. Fico feliz por ele. Espero que volte a ser titular lá para Dezembro de forma a manter a sua média de 1 golo fantástico a cada 3 meses.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

ONTEM VI-TE

Existem imensas razões que explicam o meu afastamento físico (não emocional) do actual Benfica. Já debati aqui muitas: o preço do Red Pass, a minha situação cardíaca, termos um presidente que não é do Benfica, ou um treinador que é demente.... mas a principal razão nunca a consegui explicar verdadeiramente. Felizmente há Benfiquistas, como o Ricardo do Ontem Vi-te no Estádio da Luz, que sentem o Benfica como eu, mas exprimem-no muito melhor. Para ler e reler aqui.

PS - E entrementes, mais uma vitórias dos Bs e mais um golo do Miguel Rosa...

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Parabéns, mais uma época deitada a perder em Setembro.....

Nos dias de hoje a lei é só uma: dinheiro. Manda quem tem.

Os russos e os árabes decidiram ajudar a nossa balança de importações e eu por mim agradeço. E se o Benfica tem actualmente muitos jogadores com mercado, isso deve ser louvado. Digo-o sem demagogia ou ironia.

Negócios como os de Javi e Witsel devem ser celebrados. Não podemos ser românticos ao ponto de acreditar que um plantel competitivo se faz apenas com as receitas ordinárias da televisão, bilheteira e quotização. Transformar um activo de 6 milhões em 40, em um ano, é um excelente feito.

Temos então motivos para abrir o champanhe? Claro que não! Por duas razões:

- É verdade que o Benfica tem vendido todos os anos alguns jogadores para grandes clubes por quantidades astronómicas de dinheiro. E no entanto, o passivo e a divida do Benfica crescem astronómicamente ano após ano. Um facto indesmentível é que por cada grande venda, temos um camião cheio de contratações falhadas. São dezenas de jogadores contratados todos os anos, aos quais temos de somar todos os encargos salariais, sem nível para jogar no Benfica e que jamais serão mais valias. É preciso vender um Witsel por ano para pagar os Sidneis, Airtons, Kardeks, Césares, Jaras, Ola Johns, e Gaitans, todos contratados por valores acima de 5 milhões. E depois temos camiões de Shaffers, Caroles, Farias, Elvis, Bastos, Moras, Gonzales, Djaninis, Coelhos e Copettis, que mesmo custando em média um milhão cada um, vêm contribuir para uma folha salarial sem precedentes. É importante que se perceba de uma vez por todas que estes grandes negócios têm um custo escondido gigantesco. Na linguagem do Jasus, vamos louvar um agricultor por ter vendido um grande melão, se tem na horta mais de vinte a apodrecer e que nem as galinhas comem? Percebem os Benfiquistas que o nosso actual plantel (recheado de talento) foi construído de uma forma completamente insustentável, baseada num endividamento sem precedentes? Percebem que o Benfica paga só de juros mais de 20 milhões de euros por ano? Percebem que nem vendendo um Javi todos os anos, conseguíamos pagar os juros da divida actual, e que nem com a venda do Witsel  conseguimos pagar as alarvidades que foram cometidas em Sidneis e Kardeks?

- O Benfica não é uma agência potenciadora e exportadora de jogadores de futebol. Não está na nossa missão nem na nossa génese a valorização de jogadores com o único objectivo de potenciar activos e gerar lucro. A nossa identidade é vencer. É ganhar, todos os fins de semana, em todas as modalidades, em todos os escalões. A actual direcção do Benfica, não compreende o que é o Benfica. Para eles, vencer não é um fim. Vencer é apenas um meio para chegar a um fim, o de rentabilizar investimentos. Não é por causa da Fruta que o Benfica ganha 2 campeonatos em cada 10. É um factor, é verdade... mas vamos discutir arbitragens quando ano após ano são construídos planteis e equipas sem qualquer critério que não seja o de potenciar jogadores? É razoável que o único lateral esquerdo decente que tivemos na última década tenha sido um acidente? É razoável andarmos há 2 anos sem um lateral esquerdo e não contratar nenhum? É razoável termos dezenas de extremos e avançados na folha salarial? É razoável termos um treinador que aposta apenas em jogadores da sua coutada pessoal? É razoável os dois jogadores com mais mercado terem saído e não ter sido feito uma única contratação para minimizar a sua perda? 

Mais uma vez, LFV dá-nos um plantel recheado de talento. Temos um grande guarda-redes e dois centrais fabulosos. Temos extremos de fazer inveja a qualquer equipa do mundo. Temos um (ou mesmo vários goleadores). E temos AIMAR. Razões para optimismo? Claro que não. Temos o plantel mais desequilibrado que há memória e, provavelmente, o pior treinador da nossa história. Prepare-mo-nos então para mais um ano de ilusões, com grandes feitos e ainda maiores desilusões. Venha então o rolo compressor, os proenças e o mercado de inverno. A receita é sempre a mesma e o bolo, infelizmente, sabe sempre ao mesmo. É este o reinado de LFV à frente do Glorioso.

agora sem medios!

se a transferencia de javi foi um rombo significativo nas aspiracoes desportivas do benfica, a saida de witsel e' o quebrar da restia de esperanca.  sim, carlos martins pode fazer de witsel, matic pode fazer de javi e aimar a 100% sera' uma peca instrumental.  mas que vai custar dirigir este dirigismo de trazer por casa, isso vai.