origem
Eusébio +10: Agosto 2009

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

as formiguinhas

quando ganhamos de 8-1 pouco mais ha' a dizer. o benfica jogou o suficiente para ganhar ao setubal, entreteu os adeptos, mostrou ao azenha que uma equipa e' mais do que paleio e no fim podiamos ter marcado mais 8 ou 9, se tivessemos mantida a intensidade. ate' quando o benfica comecou a abrandar o jogo os golos continuavam a entrar...

embora tivessem sido 8, o que implica que todos os rapazes estiveram bem, quero destacar 3 que me pareceram estar excelentes: ramires, javi garcia e ruben amorim. o ramires e' um jogador fora de serie mesmo. o javi nao vai deixar que mais nenhum trinco vingue no benfica nos proximos 10 anos e o ruben amorim e' um rapaz da casa que tem gosto em vestir o manto sagrado (aos 87 minutos faz uma arrancada com uma genica e com uma velocidade que me deixaram boquiabertos, depois de um jogo inteiro a correr).

menos bem esteve o saviola, mas hoje ate' lhe perdoo. talvez lhe tenha faltado o golito para ele espevitar.


BENFICA SEMPRE!!!

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

i rest my case...

posto isto, sera' este miudo, que pelo que percebo e' mais um medio interior, e' melhor que o ruben, o coentrao, o romeu ribeiro e por ai fora? espero que seja o novo craque e que expluda mais do que o keirrison alguma vez expludira', mas sera' que nao ha' melhor na formacao?

Medo de que?

Parece que esta' tudo aflito porque vamos jogar contra o Everton e o AEK.
O Everton foi para ai' o trigesimo-quinto classificado do campeonato ingles, provavelmente a par do Hulk, onde pontificava o grande Geovanni. E o AEK e' uma equipa onde o Geraldo e o Manduca sao titulares. Estamos a brincar? Esta merda e' para ganhar os primeiros quatro jogos e depois gerir a rotatividade. Caso contrario, estamos ainda muito longe daquilo que julgamos que somos.

Grandes vitorias como aquela merda de ha' dois anos contra o Nuremberga nao fazem parte do DNA do Benfica. Nos nao queremos jogar contra equipinhas de merda so' para dizer que ganhamos. O Benfica de verdade orgulha-se de jogar contra os melhores adversarios, porque e' ai' que esta' a verdadeira dimensao. Infelizmente para nos, so' jogamos contra os melhores adversarios no Torneiro de Deus (aka Torneio Eusebio), uma vez por ano na Luz, e naquela epoca em que arriamos os ingleses todos que nos apareceram pela frente, 'a boleia das tacticas do Ku-men que so' funcionavam em jogos internacionais.

AEK e Everton, pessoal. Medo? Medo so' de estar outra vez nesta liguita de segunda no ano que vem...

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

A necessaria revolucao

Como prometido, deixo aqui as minhas divagacoes sobre o que eu penso que poderia/deveria ser mudado no futebol portugues para que, de facto, se torne este jogo que nos consome num producto proveitoso em Portugal. Acima de tudo, para que o Benfica nao tenha que pedir o Keirrison emprestado ao Barcelona e que possa ir buscar os Keirrisons e os Ramires emergentes, competindo com os ditos ‘tubaroes europeus’.


*a saga dos espectadores *
e’ hoje ponto assente, por provas mais que dadas a nivel estatistico, que o unico clube que consegue levar mais de 20000 pessoas aos estadios e’ o SLB. Nao ha’ como disfarcar isso. Nem as propaladas ‘grandes jogadas’ dos corruptos no mercado de verao, desviando jogadores em transito para a Luz, faz com que mais adeptos se desloquem ‘a mata real ou ao Cabrao. O jogo de abertura do campeonato na Luz teve mais adeptos que a disputa do primeiro caneco oficial da epoca. E as desculpas de uma pre-epoca promissora do Glorioso nao servem. Porque em ano de Henrique das Flores tambem fomos o clube com mais adeptos na primeira jornada em casa. Esta’ bem que foi um SLB-FCPorco, mas demonstra bem quem e’ que vai aos estadios.

A solucao, claro esta’, e’ dificil de encontrar. Especialmente quando existem tantos interesses por tras. Mas como se explica que numa liga com 16 equipas se distribuam os jogos em 4 dias? Para que? Para o guimaraes-academica dar na sport tv? A minha preferencia era o adoptar de uma estrategia semelhante ao que se usa em Italia (espanha e inglaterra sao casos aparte devido ao numero de equipas envolvidas em cada liga e ao montante pago aos clubes por direitos televisivos). Ou seja: jogam TODOS ao domingo, ‘as 4 da tarde. Direitos televisivos? Sim, vendam-nos ‘a sport tv se quiserem. A parte que nao agrada aos grandes: para haver igualdade e nivelamento POR CIMA dos clubes, os direitos televisivos deveriam ser distribuidos igualmente por todas as equipas da 1a liga. Liga de honra? Se a liga de honra negoceia os seus direitos televisivos, deveria faze-lo de forma independente da 1a liga, e ai teria um bolo so’ seu para distribuir pelos clubes igualmente. Nao se percebe, no entanto, e’ como e’ que uma empresa so’ que detem todos os direitos televisivos e que faz tanto dinheiro com a venda dos pacotes aos assinantes paga quantias miseraveis aos clubes que, se nao existissem, ditariam o seu desaparecimento. Mas como a empresa e’ liderada por corruptos e afins, esta’ tudo bem e ninguem pergunta nada…


*emprestimos e tamanhos de plantel
um dos problemas que causa maior desigualdade entre grandes e pequenos tem a ver com o numero de jogadores que os clubes grandes tem em comparacao com os pequenos. Um plantel com 70 jogadores e’ impensavel, se todos forem jogadores seniores. Resultado? Toca de emprestar 45 destes jogadores a clubes da mesma liga, para que rodem a ritmo competitivo. Nao vejo mal no emprestimo, vejo mal no tamanho do plantel. Por norma, a liga deveria limitar o numero de jogadores seniores ao servico de um clube para 30 (numero redondo). Isto da’ uma media de 3 jogadores seniores (mais de 18 anos) por posicao, por clube (no proximo ponto discutirei os estrangeiros, calma). O que e’ que isto provocaria? Primeiro, os clubes grandes apenas manteriam nos planteis (assim esperava eu) os jogadores que sao mesmo fora de serie: Di Marias, Aimars, Lisandros, Moutinhos e por ai fora. Entao e os outros que sao igualmente bons? Pois os clubes teriam de (1) vender ou (2) dispensar. Mas nao podemos vender todos. Pois nao. Por isso cada clube (grande ou pequeno) poderia emprestar um maximo de 2 jogadores a outro clube do PAIS e nunca poderiam emprestar os 2 jogadores ao mesmo clube. Isto acabaria com o problema dos clubes ‘satelite’ que nao o sao oficialmente (o setubal a epoca passada tinha qualquer coisa como 5(!!!) jogadores emprestados pelo mesmo clube). A dispensa de jogadores implicaria que nao se cortariam as pernas a ninguem e que as novas contratacoes seriam muito mais cuidadosas, por forma a manter ou melhorar a qualidade do plantel.


*jogadores estrangeiros
chegamos entao aos estrangeiros. Um sistema que eu gosto neste particular e’ o ingles: ok, nao vamos por limites em quantos estrangeiros jogam em cada equipa (embora os clubes tenham de ter atencao em relacao aos padroes da UEFA para as respectivas competicoes). Mas nao vamos aceitar qualquer jogador estrangeiro (nao europeu, atencao – ainda estamos na uniao europeia e as leis de trabalho aplicam-se igualmente) no pais em deterimento de jogadores portugueses. Assim, so’ jogadores que tenham jogado nas respectivas seleccoes (dos sub-19 para a frente) poderiam assinar por clubes portugueses. Resultado: diminuicao de camionetas de brasileiros todos os anos para clubes como a naval ou o rio ave, aposta nos jogadores portugueses, enriquecimento do jogador portugues no plano nacional e internacional, aumentando o leque de opcoes LUSAS nos varios escaloes de seleccao. Sim, perderiamos jogadores como o beto, ou o alanzinho, ou o Adriano. Mas eles trouxeram assim tanto ao futebol nacional? Trouxeram mais que o Linz?

Acredito que passariamos uns 5 anos de reestruturacao, mas e’ uma reestruturacao necessaria para bem do futebol portugues e do futebolista portugues.


*tecnologias do seculo 21
por incrivel que pareca, ou talvez nao, a liga portuguesa nao tem visibilidade nenhuma. Nem a compra de aimar, saviola, javi Garcia, a existencia de moutinho, coentrao, dim aria, Miguel veloso, as exibicoes do lucho na champions, as conquistas e vitorias de equipas portuguesas nas competicoes europeias, faz com que os meios de comunicacao internacionais (BBC, ESPN, Fox Soccer Channel, Marca, As etc etc etc) se prendam ou tomem atencao ao que se passa em Portugal. Sim, o Manchester e o Chelsea sabem onde podem vir ‘as compras, mas nao ha’ mediatismo da liga, que atrairia novos e melhores patrocinadores, novos e melhores jogadores, novos e melhores tecnicos, novas e melhores exigencias. Fica tudo muito contente por termos a bola online, e o jogo, e o mais futebol, mas a liga em si e’ desconhecida. Portugal tornou-se, de certa forma, o pais de leste mais a ocidente, com as equipas estranhas com jogadores desconhecidos mas que todos gostam e querem mas que se esquecem assim que se sai do estadio. Nao se ve, por muito que se procure, camisolas do boavista, do pacos de Ferreira ou do braga. No entanto, encontram-se com facilidade camisolas do rayo vallecano, do siena, do rennes, ou do west brom. (Isto e’ um reflexo do que e’ o turismo em pottugal, ja’ agora, e de como o nome de Portugal – de autores a queijos, de cientistas a vinhos – so’ e’ transportado por quem emigra... Mas nao me vou alongar muito sobre este tema). Num mundo em que a tecnologia esta’ na ponta dos dedos, a liga portuguesa esta’ na idade da pedra e ainda nao conseguiram sequer encontrar fogo ou fazer uma roda! Quando cacarem o primeiro animal ja’ o futebol se joga no espaco, com klingons e outros seres de planetas distantes. E esta invisibilidade faz com que os clubes nao crescam, nao se tornem mais competitivos e depois saiam vergados das competicoes europeias sem Gloria.


*as competicoes europeias
o que me leva a um ultimo, breve ponto: as competicoes europeias. Todos os anos lemos sobre como estamos 2 pontos acima, 3 pontos abaixo no ranking, como a Russia nos pode passar ou a holanda se pode distanciar de nos. mas todos os anos insistimos em mandar clubes sem expressao (e sem treinadores ou jogadores de eleicao…) por essa europa for a ‘a espera de milagres. Este ano ainda as coisas nao comecaram e ja’ temos menos 2 equipas, com o zbordem a ficar hoje (provavelmente) pelo caminho. Ou seja, de 6, ficamos com 3 potenciais, embora o nacional (mais do que o benfica) ainda tenha de correr muito na Russia. O que perspectiva um resto de campanha europeia miseravel: 2 equipas (de 6) a pontuar. O que obriga os corruptos e o benfica a terem que ir o mais longe possivel nas respectivas provas para que o famoso ranking nos seja favoravel, porque no fim o que queremos mesmo e’ que o pacos de Ferreira va’ mais vezes ‘a europa fazer figura de corpo presente, para que possa trazer mais paletes de brasileiros, para que o campeonato se continue a nivelar por baixo. Porque isso de nivelar por cima da’ uma trabalheira…

I open the floor for discussion, como se diz por aqui.

domingo, 23 de agosto de 2009

tesouras vitoria

estava na duvida o que chamar a este post, mas optei pelo titulo que podera' causar mais azia aos nossos visitantes nao benfiquistas. porque pode causar mais azia? ja' la' vou.

o benfica hoje fez uma exibicao muito fraquinha, fruto de um bom posicionamento da equipa do vitoria. sabendo de antemao que os laterais do benfica preferem nao arriscar do que subir (ja' que um e' um lateral adaptado e o outro e' muito verde), o vitoria apostou num esquema em que o jorge goncalves e o tiago targino fizeram o que quiseram do shaffer (principalmente) e, a espacos, do ruben. ainda assim, mesmo jogando adaptado, o ruben meteu menos agua que o shaffer. como o joao disse a semana passada por altura do jogo com o maritimo, a equipa ainda parece estar a jogar a ritmo de torneio de verao. mas com menos vontade. onde esta' a velocidade e a pressao que foram promissoras na pre-epoca?

ha' claramente aspectos a rever depressa: o saviola e o keirrison nao sao o que se esperava (embora prefira esperar mais umas jornadas para ver o real valor destes miudos), o shaffer e' muito verdinho (o cesar nao era para esta posicao??), o luisao meteu mais agua hoje que perdi conta, o quim teve algumas paragens cerebrais (o quase golo do vitoria nasceu de uma benesse do luisao e do quim que o poste quis salvar), e o javi tem de perceber que em portugal ele vai ser o gajo mais amarelado mesmo que nao faca faltas o que me leva a pedir-lhe que jogue com raca mas que nao levante cabelo (que ele nao faz, mas so' pelas duvidas...)

a entrada do ramires era esperada mas foi uma injustica tirar-se o lugar ao coentrao. o di maria so' apareceu a espacos (sim, foi muito marcado na 1a parte), mas a um desiquilibrador pede-se irreverencia o jogo todo, mas com objectividade. a entrada do coentrao nao estava a correr bem ate' ao cruzamento para o golo, especialmente porque o dimaria insistiu em descair para cima do coentrao e muitas das vezes atrapalharam-se os 2. com o carlos lesionado, sera' que nao ha' espaco para um miudo como o adu ou um miguel rosa ou assim entrarem para o lugar do aimar de vez em quando?

uma palavra ao arbitro (e aqui e' que vai a parte da azia): os anti-benfica ja' andam a mandar bitaites em como nos influenciou. entao vejamos como: as entradas a pes juntos e em tesoura dos jogadores do guimaraes nunca foram sancionadas; depois do fora de jogo do cardozo que deu em golo (que estava mesmo fora de jogo) o fiscal de linha do outro lado, na sequencia da jogada, nao assinala um fora de jogo CLARO ao douglas; o javi viu um cartao por um encosto enquanto o andrezinho se fartou de distribuir fruta mas nada de cartolinas; o penalty foi bem assinalado (o jogador do vitoria toca CLARAMENTE com a mao na bola) e o nuno assis foi bem expulso, se bem que foi muito massacrado pelo javi (que numa outra entrada, ai sim, deveria ter visto um amarelo). em resumo, ganhamos mas nao foi pelo sr. proenca, que esteve 'a altura da sua mediocridade...

quinta feira sugiro ao jesus dar tempo de titular ao nuno gomes (pelo saviola), keirrison (pelo cardozo), fabio (pelo dima), sidnei (pelo luisao), cesar (pelo shaffer) e julio cesar (pelo quim). de resto, aimar e ramires podem ficar, com o david e o ruben na defesa e o javi como trinco.


BENFICA SEMPRE!!!

sábado, 22 de agosto de 2009

quando o desporto é futebol...

Quando o desporto é futebol levamos tudo à frente!

Estes Ucranianos não são tão maus como a imprensa quer fazer crer... A prova disso é que durante a primeira hora controlaram melhor o jogo. O golo de DiMaria acabou por sacudir as coisas, entrámos com mais agressividade e a partir daí dominámos por completo o meio campo.

Porque não sou de birras, reconheço a monstruosa exibição do David Luiz. Trata-se de facto de um enorme jogador, que se se limitasse a impor a sua superioridade técnica em vez da fama de bad boy seria com certeza um jogador de eleição. Espero que tenha juízo e que este fim de semana não nos presentei com mais um penalti ou expulsão...

Mais um grande jogo do Aimar (e do Xavi). Simplicidade, eficácia, um luxo de jogadores. Coentrão insiste em mostrar que está uns furos acima de DIMaria. Mesmo apesar do endeusamento que a imprensa presta ao Argentino, parece-me um crime deixar o Português de fora. Ramirez pareceu-me, pela primeira vez, solto e integrado com a equipa, deixando pormenores deliciosos em campo.

Quem continua a mostrar mais imprensa que futebol é o Saviola. Marcou um golo, sofreu um penalti, tudo bem... mas eu mantenho a minha ideia, ainda não vi nenhum pormenor de encher o olho... Weldon ou Nuno Gomes já mereciam alguns minutos ao lado de Cardozo. Schaffer, depois de me ter enchido as medidas no jogo com o Inter acabou por me desiludir... apesar da agressividade pareceu muito perdido em campo.

Bom, Domingo há mais bola, mas não creio que o jogo seja de futebol... vamos lá ver se Jesus aprendeu com o Maritimo e se Proença vai, uma vez na vida, fazer uma arbitragem decente.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

os receios confirmam-se

Camaradas, estou de férias na maravilhosa Costa Vicentina e com muito pouco vagar para escrever... tudo o que tinha para dizer escrevi-o na semana passada e infelizmente todos os meus receios se confirmaram.

O Benfica não teve argumentos contra o autocarro. Antes demais acho absurdo criticar da forma que se criticou o papel do Maritimo... o autocarro é uma táctica tão legitima como outra qualquer e nós temos que nos adaptar a ela. Queixarmo-nos dos outras é coisa de Calimero! Ora bem, o autocarro, duas linhas de 4, uma em cima da grande área e a outra pouco mais à frente, com 2 avançados muito rápidos colados nas alas. Como se joga contra o autocarro? 3 defesas onde se priviligie a velocidade em detrimento da altura, linhas de avançados e médios muitissimo subidas (os nossos defesas deviam estar sempre à frente da linha de meio campo), explorar os francos, e muito poder fisico em frente à baliza. O que o Benfica fez? 4 defesas de tracção a trás, incapacidade de explorar as laterais (sobretudo na 1ª parte), e jogadores frageis no ataque. Resultado: inconsequência.


Aspectos negativos:

Sobre David Luiz não tenho mais nada a dizer. Fez um penalti (2 se considerarmos que no mesmo lance derrubou com o pé e pôs mão na bola) e enfiou duas cotoveladas na cara dos adversários. Outros tempos e voltava a equipar na próxima pré-época. David Luiz custa pontos, já o tinha dito...

Sidney fez mais erros nos primeiros 20 minutos que Miguel Victor no ano passado inteiro. Incrivel como se exigia velocidade e Sidney (ou Luisão) jogou tanto tempo.

Saviola, como se temia, não tem nada a ver com este futebol. DiMaria regressou à sua inconsequência habitual.


Aspectos positivos:

Aimar mostoru classe e capacidade de jogar à bola no meio daquela selva de gente. Xavi idem idem. Weldon por razões óbvias. Coentrão foi brutalmente melhor que DiMaria... foi criminoso tirá-lo do meio campo quando estava a ser de longe o mais desiquilibrador.


Gostei muito pouco do papel de Jesus (apesar das evidentes melhorias em relação ao passado recente) e sobretudo das suas declarações no fim. Esteve 45 minutos a jogar como se estivesse ainda na Eusébio Cup. Devia ter reagido após 5 minutos subindo as linhas e encurtando espaços no meio campo. Devia ter entrado Shaffer para a lateral esquerda aos 30 mns. Sidney devia ter saido por um avançado (que bom seria Makukula) para se ir plantar na área. E Weldon devia ter entrado para o lugar de Saviola... tudo isto nos primeiros 45 mns. Já não estamos a jogar a feijões contra o Milan... é o autocarro do Carvalhal e a contar. Demorámos muito tempo a empurrar o Maritimo e quando o fizémos foi com coração e sem cabeça.


Por fim, o árbitro. É evidente que deixou por marcar um penalti que provavelmente nos daria a vitória. É indiscutivel. No entanto, se estivesse assim tão determinado em nos prejudicar teria expulso Cardozo e David Luiz. Para além do mais, acho que foi muito rigoroso ao não deixar os jogadores do Maritimo abusarem das faltas e do anti-jogo. Ele não os pode impedir de ficarem no chão, mas carregou-os de amarelos e teve mão pesada nos descontos. Só por isso acho que foi das melhores arbitragens que passaram pela Luz nos últimos tempos. Errou, mas não o achei tendencioso, e só por isso não me importava de o ver mais vezes. Alguem quer imaginar o que teria sido este jogo com um Xistra?

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

domingo, 16 de agosto de 2009

criterios e autocarros

"nao me venha agora falar de autocarros e tal" (sic) -- carlos carvalhal no fim do jogo


pois e' sr. carvalhal. se nem o jornalista lhe perguntou isso e' porque sabe que a sua equipa estacionou o autocarro em frente 'a baliza e rezou muito para que nada acontecesse. felizmente temos o weldon.

falar em autocarros e' exactamente o que se pode fazer. porque uma coisa e' o maritimo nao conseguir sair a jogar por pressao do benfica, que aconteceu durante muito tempo. outra, e' ter jogadores supostamente rapidos como o ytalo e o djalma e deixar o luisao calmamente buscar a bola e passa-la ao quim. mas enfim... ja' tivemos o 1o autocarro, faltam 29.

o segundo ponto vai para o excelente desempenho do sr. arbitro. e' que hoje passamos por dificuldades por causa deste senhor. na jogada imediatamente antes do penalty contra nos, o manu ajeita a bola com o braco mas nada e' marcado. numa jogada em que o david luiz nao pode fazer nada, o sr. arbitro marca penalty contra o benfica. enfim... mas a performance foi tao boa que o fabio viu cartao amarelo por desarmar um adversario de forma limpa... palavras para que?


a equipa demonstrou brio e lutou muito para arrancar um ponto importante. estava 'a espera da entrada do cesar quando saiu o sidnei, mas o jj mostrou cojones e nao teve medo de, contra um autocarro, mandar uma serie de comboios a ver se a bola entrava dessa forma. gostei muito do weldon (este gajo so' ve baliza 'a frente) e do par javi/aimar. o saviola nao impressionou muito (tambem nao teve muito espaco) e o david luiz tem de acalmar as entradas a matar (concordo cada vez mais com o joao). o cardozo precisa de treinar penalties durante esta semana toda por castigo.

BENFICA SEMPRE!!!

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Parte V - Cultura

Esta é a parte mais fácil e mesmo assim a mais importante.

Não vou falar mais de individualidades ou de tácticas. Esse assunto está muito bem entregue. Temos um plantel que deve chegar e sobrar e só mesmo uma catadupa de lesões graves em jogadores chave (Aimar, Cardozo, Garcia ou Maxi) poderia deitar tudo a perder.

Tácticas também me parece que estamos muito bem entregues. Para alem do modelo mais usado que tão bons resultados tem dado, a minha opinião é que nos jogos contra autocarros, a táctica ensaiada na segunda parte do jogo com o Milan com o Weldon mais descaido sobre a direita, num 4-3-3 mais evidente pode ser mais eficaz, mas a ver vamos.

O que é que nos pode impedir então de ser campeões? Primeiro, ambição e capacidade de sofrimento. Será que as nossas estrelas vão ser capazes de cerrar os dentes no meio do lamaçal da choupana, manter a cabeça fria face às agressões sofridas no meio do nevoeira, responder com altivez às adversariedades e lutar como se fosse pela própria vida durante 90 minutos pelos 3 pontos? Segundo, vamos ser capazes, todos, de trucidar o primeiro apito dourado que se atravesse no nosso caminho?

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Parte IV - Ataque

Vamos então analisar o ataque. Jogadores com contrato profissional são eles Cardozo, Saviola, Marcel, Weldon, N. Gomes, Mantorras, Makukula, Dabao, Adu, Hélio Vaz e Nelson Oliveira.

Não me vou perder muito a analisar individualmente cada jogador, prefiro em vez disso avaliar a utilidade de cada um em diferentes situações.

À partida Jesus aposta claramente na dupla Cardozo-Saviola para o ataque. Em relação ao Paraguaio pouco há a acrescentar. É o homem-golo. E quando temos a sorte de nos cruzarmos com um homem golo é irrelevante questionarmos o seu jogo aéreo, a falta de pé direito, ou o facto de ser perdulário... O que é relevante sobre Oscar Cardozo é que quando a bola entra no (enorme) raio de acção da sua perna esquerda tem enormes probabilidades de acabar dentro da baliza. Ponto final. Digam o que disserem sobre o Tacuará, para mim joga sempre a titular seja em que táctica for e sai assim que estejamos a ganhar por 2 golos de diferença (e leva Pablito ao colo).

Para o seu lugar entrará em principio Keirrison, o outro suposto homem-golo. Confesso que não gostei nada desta contratação e que me revolta a ideia do Benfica poder servir como clube satélite para os miúdos do Barcelona. Se o rapaz for mesmo um predestinado que faz dois golos de cada vez que toca na bola, acho bem que se usufrua da sua presença. Se não for tão bom como o querem fazer crer, acho melhor que se de oportunidades a outros jovens do Benfica que bem a merecem, ou que se aposte em jogadores dos quadros do Benfica como Marcel ou Makukula.

No apoio ao ponta de lança surge à cabeça Saviola, a grande bandeira desta época. Eu, como é praxe, deito já água na fervura. Tal como fiz com Aimar o ano passado (e não me enganei) ao fim de dois jogos percebi que aquilo não fazia sentido, muito menos num campeonato como o Português. Na minha opinião, Saviola ainda não mostrou o génio que é suposto ser. É verdade que conquistou os benfiquistas em VRSA ao marcar dois golos, onde teve aliás pouco mérito sem ser o de estar no lugar certo. Mas sinceramente, olhando para o todo desta pré-época, vejo um jogador muito mexido, solidário e pouco mais do que isso. Não lhe vejo um pique por ai alem. Não vi um pormenor técnico de abrir o olho. Não vi um remate fácil ou potente. Talvez seja uma questão de tempo, e Saviola seja mesmo um génio no sentido em que sabe estar no sitio certo na altura certa... mas eu ainda não vi nada que me faça ir a correr comprar a camisola dele. Mais, preocupa-me muito a sua possível inadaptação ao nosso futebol. Quando começar a enfrentar os autocarros e os defesas com mais 30 cms que o vão usar como saco de porrada, temo que Saviola se eclipse ainda mais. Temo que se transforme no Aimar que vimos o ano passado.

As alternativas ao Argentino são várias. Nuno Gomes é um lugar comum. Passou anos sozinho no ataque, nós a implorarmos por alguém que o acompanhe e agora que tem o seu homem golo foi encostado. O Nuno Gomes é um jogador muito inteligente... é verdade que tem uma relação difícil com a baliza mas acredito que poderá ser uma alternativa muito válida a Saviola. Talvez não tão móvel mas com mais capacidade de choque o que será certamente importante no nosso campeonato.

Sobra Weldon, jogador que eu acho que temos que analisar de duas formas. É muito rápido e forte e um jogador com instinto. É estranho como andava perdido no Brasil depois da boa época no Belém. Creio que poderá ser um suplente de Cardozo quando for altura de imprimir mais velocidade. O típico avançado que entra a 15 minutos do fim com a equipa a ganhar para pressionar os defesas e não os deixar subir. Mas eu acho que poderá ser muito útil como segundo avançado. Não a fazer o papel de Saviola, mas jogando muito mais aberto como fez contra o Milão. Na última meia hora da Eusebio Cup, quando saiu Oscar e Aimar, o Benfica alinhou claramente com 3 homens na frente: Aimar/Coentrão na esquerda, Keirrisson no centro e Welton na direita. E eu confesso que gostei muito de ver e acredito que possa a vir a ser uma excelente solução para combatermos os autocarros. Acredito que este Welson possa vir a ser um jogador pouco admirado pelos adeptos, mas muito útil neste nosso campeonato mesquinho.

O mesmo se pode aplicar a Makukula, que não será nunca um avançado titular do Benfica, mas que poderia ser o nosso 6th man. O trunfo que se joga nos últimos 5 minutos quando até as bruxas estão em cima do autocarro. Quem não treme ao ver Mak e M'Torras junto à linha lateral?

Uma nota sobre os miúdos. Já vi o puto Nelson oliveira um par de vezes e não tenho qualquer duvida em afirmar que está ali um ponta de lança que será uma estrela mundial a médio prazo. Tem físico, tem talento, tem garra e faro de golo. Parece que o rapaz fica mais um ano nos juniores, o que me parece razoável pois é sempre educativo continuar a encher a baliza dos lagartos de golos. Mas por favor, muito cuidado com este menino. Se não conseguirem arranjar uma redoma, algemem o puto ao Álvaro assim que sai do relvado e obriguem-no a dormir com a camisola encarnada vestida até que esta se cole para sempre ao seu corpo.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Parte III - Médios

Continuando a saga, vamos então analisar a intermediária.

O pressuposto inicial mantém-se, 3 jogadores por posição, e como é evidente assumo que a equipa alinhará no dito losango, sabendo-se à partida que o papel dos médios esquerdo e direito transcende o de meros interiores.

Jogadores sob contrato:

Médio defensivo: Javi Garcia, Yebda, Binya, Felipe Bastos, Rúben Ribeiro.
Médio direito: Ramires, Rúben Amorim, Urreta, Balboa, Andrez Diaz, André Soares.
Médio esquerdo: Di Maria, Coentrão, Ivan Santos, André Carvalhas, Yartey.
Médio ofensivo: Aimar, C. Martins, Elkeson, Leandro Pimenta, Miguel Rosa, David Simão.

Nada mais nada menos que 22 jogadores, sendo que alguns são juniores com contratos profissionais.


Médio defensivo

Por muito que eu goste (ou queira gostar) de Yebda, Garcia é inequivocamente o titular para a posição 6. Excelente presença física, rigor táctico, capacidade de colocar bem a bola sempre ao primeiro toque. Se calhar, e contra mim falo, este investimento de 7 milhões num miúdo de 22 anos é capaz de ter sido um excelente negócio. Espero que o Garcia possa ser tão bom como o Yebda nas bolas paradas e que não se limite a ficar encostado aos centrais quando jogarmos contra autocarros. Acho que Garcia vai ter muitas dificuldades a impor o seu poderio físico sem ser massacrado por arbitragens idiotas... este fim de semana apanha já com aquela amostra de gente que é o Bruno e ou muito me engano ou vai expulso sem sequer fazer uma falta. Temo que Garcia possa cair facilmente no goto dos árbitros e se transforme num Bynia...

Em relação ao Bynia, acho muito bem que seja emprestado. Não é nada mau jogador e creio que pode fazer um vistão noutro campeonato e ainda vir a render algum dinheiro. Espero que Filipe Bastos (Belenenses) e Rúben Ribeiro possam jogar muitos minutos esta época e que se venham a constituir como alternativas válidas no futuro.


Médio direito

Ramirez é aparentemente o grande reforço para esta posição. No entanto, o brasileiro esteve algo apagado durante a pré-época e fez até agora pouquíssimos treinos com o grupo. Trata-se claramente de um bom reforço mas parece ainda muito pouco enquadrado com os colegas. Quando ganhar confiança e começar a galgar kms com aquelas pernas fininhas creio que será uma máquina. Até ver, creio que a camisola é do Rúben Amorim, um jogador certinho, trabalhador e que servirá sobretudo para equilibrar a equipa em termos defensivos.

Acontece que o Rúben vai aparentemente andar a tapar buracos na defesa, o que deixa o lugar em aberto neste inicio de campeonato. Quem são então os candidatos? O mais provável será Carlos Martins surgir como opção se Ramirez e Rúben estiverem impossibilitados. Creio que o Carlos dificilmente será titular mas espero que seja um jogador útil e que aquele nervosismo todo que exterioriza sirva para empolgar os colegas em alturas difíceis. A outra alternativa é Urreta, um magnifico jogador que parece não ter o perfil que Jesus gostaria. É um jogador à imagem de Coentrão e DiMaria, rápido, bom tecnicamente, mas frágil fisicamente e pouco vocacionado para defender e para jogar como interior. Talvez sirva como trunfo quando a equipa tiver que arriscar mais, mas sinceramente duvido... não me espantaria que acabasse por ser emprestado até ao final do mês. Seria certamente uma pena ter um jogador com a idade/qualidade do Urreta na bancada um ano. E ainda há Luís Filipe....

Sobre Balboa e Andrez Diaz pouco há a dizer. Em relação ao Argentino é mais uma daquelas compras incompreensíveis de LFV... E quanto ao Balboa, é empresta-lo a qualquer equipa Espanhola e rezar a todos os santinhos que ele engate meia dúzia de jogos decentes para tentarmos recuperar mais um investimento absurdo. O puto André Soares (emprestado ao Carregado) tem fama de ser craque, esquerdino, super veloz e com muita técnica, fez furor nos juvenis tanto a extremo esquerdo como na direita.


Médio Esquerdo

O famoso losango de Jesus é inquinado, porque opta claramente por jogadores com características diferentes para cada lado do losango. Foi assim com o Braga (Alan jogava colada à linha) e parece ser assim com o Benfica. DiMaria surge como titularíssimo para esta posição. O argentino parece ter a confiança renovada e, para minha surpresa, tem mostrado alguma disponibilidade para fazer todo o corredor, surgindo muitas vezes em tarefas defensivas. Espero estar enganado quando disse dezenas de vezes que o DiMaria nunca poderia jogar no meio campo e teria sempre de ser uma opção para um tridente ofensivo. Ora, acontece que o Benfica em termos ofensivos não se posiciona com dois interiores e DiMaria surge muito subido formando o tal tridente ofensivo. A surpresa tem sido a sua capacidade de pressionar e de recuperar bolas em vez de se limitar a esperar que alguém o sirva. Mais uma vez, fazer figas para que este seja o ano de DiMaria: que revolucione o futebol do Benfica com a sua velocidade, que se imponha na selecção, que seja a revelação do Mundial e que bata o recorde de transferências do próximo defesa.

Quando vendermos o DiMaria, não será grande problema, pois terá um digno sucessor em Fábio Coentrão. Mais uma vez espero estar enganado em relação à opinião que tenho sobre o rapaz e que ele seja capaz de se afirmar não só como um grande talento mas como sobretudo como um grande competidor e profissional.

Em relação a esta posição de médio esquerdo, não creio que a disputa pelo lugar se limite ao DiMaria e Coentrão. Os dois têm características semelhantes e alternarão o lugar em função da sua necessidade de repousar. Aposto que Jesus tem em César Peixoto um trunfo escondido. Sinceramente não acredito que o Peixoto venha para a Luz para disputar o lugar de lateral esquerdo. Esse está entregue (e bem) a Shaffer. Poderá pontualmente ocupar a lateral, mas eu aposto que o Peixoto será utilizado em situações em que seja preciso abdicar de alguma irreverência e apostar na segurança no miolo. Será esse o seu lugar neste plantel (quem sabe também o de Ramires)... uma espécie de Amorim para o lado esquerdo.

Em relação aos miúdos que estão a rodar, nunca vi o Ivan Santos (acho que nunca vestiu de encarnado) mas o André Carvalhas e sobretudo o Yartei serão alternativas muitíssimo sérias a médio prazo.


Médio avançado

Esta está entregue, pertence à revelação da pré-época, Pablito Aimar. Simplesmente inqualificável o que Quique Flores fez a Aimar o ano passado. Um talento relegado a disputar bolas de cabeça com adversários com mais dois palmos que ele. Seguramente, Aimar já tocou mais na bola este mês que na época passada inteira. Tem corrido kms, recupera bolas e pinta de magia o relvado. Espero que o espectro das lesões não regresse pois seria uma enorme perda para o plantel. Cardozo e Saviola dependem do seu génio para facturar.

O seu substituto natural será Carlos Martins, que tem tanto de mágico como uma pedra da calçada. Confesso que o Carlos Martins tem algum encanto... aquela irreverência e vontade de vencer é contagiante. Pena é que perca a bola metade das vezes que toca nela... Repito, que os deuses da bola (e sobretudo Jesus) saibam poupar Aimar, porque mais alternativas parece não haver... Nuno Gomes não creio. DiMaria é demasiado burro... talvez Ramirez possa ser opção. Em relação aos putos, atenção ao David Simão que esta época está emprestado ao Fátima.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

curtas - antónio carraça

A não perder: aqui, aqui e aqui.

Parte II - Defesas

Continuando o tema de ontem, vamos então conversar sobre os defesas que actualmente compõem o plantel.

Quem são primeiro os jogadores com contrato profissional:

Laterais direito - Maxi, Patric e Luis Filipe, sendo que têm ainda contrato de profissional os juniores Abel Pereira e Pedro Eugénio.

Centrais - Luisão, Sidnei, David Luiz, Miguel Vitor, Zoro, Edcarlos, Leandro Silva e os juniores com contrato profissional João Pereira e Roderick.

Laterais esquerdo - Shaffer, Diogo Valente, Sepsi, Jorge Ribeiro, Rúben Lima e o júnior Mário Rui também com contrato de profissional.

Nada mais nada menos que 20 jogadores que espelham a total desgovernação do nosso futebol profissional.

Antes de analisar os jogadores individualmente, vamos só acertar os pressupostos em que o plantel do Benfica devia assentar: 3 jogadores por posição sendo que o primeiro deve ser um valor seguro e consagrado, o segundo deve ser um jogador com margem de progressão mas minimamente competente e com muita motivação para lutar por um lugar, e o terceiro um jovem de 18-19 anos colocado numa equipa onde possa rodar.

Sendo assim, vamos analisar posição a posição.


Lateral direito

O titular indiscutível está encontrado, Maxi Pereira. O segundo seria Patrick mas parece que Jesus o chumbou em termos de competência mínima. Patrick foi então relegado para a posição 3 onde já se encontram Abel Pereira e Pedro Eugénio. Já vi o Abel várias vezes e percebe-se que é um central adaptado sem grande capacidade de fazer o corredor todo mas mesmo assim um lateral muito seguro. A questão que se coloca é, deve/pode o Benfica apostar simultaneamente em três jovens? Duvido... mas agora já têm os três contrato. Espero que haja o bom senso de os emprestar a clubes que ajudem a pagar o seu ordenado, que os deixem jogar e que permitam o seu acompanhamento.

Sobra então a posição 2 que revela a total inépcia da nossa gestão desportiva. Por e simplesmente não há mais nenhum lateral direito. E a situação não é de agora... o ano passado tivemos apenas o Maxi o ano inteiro. Creio que desde a dupla Nelson/Miguel que não temos uma boa parelha de laterais. A solução para essa lacuna foi ir buscar o Luís Filipe, com a qual eu concordo em absoluto. Luís Filipe não é tão mau como o querem pintar e já que lhe estamos a pagar o ordenado, ao menos que possa jogar por nós e não pelo Guimarães. Mas esperemos que o Maxi recupere bem e depressa, pois quanto menos tiver de jogar o Luís Filipe melhor. Ora bem, se a decisão de reciclar o Luís Filipe foi tomada, porque se insiste na possibilidade de Rúben Amorim (ou Miguel Victor) jogarem a lateral direito? Se há de facto uma alternativa na equipa, porquê ir buscar o Luís Filipe? Ou é opção ou não é. Ou Jesus confia nele e o usa como substituto do Maxi, ou não confia, usa o Rúben e o Luís Filipe escusa de andar a gastar água no balneário.


Central

Aqui parece haver algum bom senso. Temos 1 valor consagrado (Luisão), 3 jovens competentes e de enorme potencial, 3 miúdos a rodar (o Leandro desconheço totalmente mas os dois juniores são muito bons) e dois inqualificáveis buracos.

Zoro foi um dos brindes que Veiga nos deixou. Não foi capaz de vingar na medíocre equipa do Vitória de Setúbal e ao que parece ganha 2 milhões por ano. EdCarlos foi daquelas contratações incompreensíveis ao bom estilo de LFV e que custou apenas 2 milhões de euros. Curiosamente EdCarlos foi esta semana insultado no Twitter do próprio clube. Estas duas pérolas devem custar ao Benfica ao longo do seu contrato mais de 10 milhões de euros... siga p'ra bingo!

A minha análise individual aos 4 centrais que ficaram no plantel:

Luisão vai ser provavelmente o capitão de equipa. É o seu líder natural e um símbolo de autoridade dentro do campo. Por isso creio (e concordo) que começará sempre a época como titular. No entanto, para mim não é nada claro que Luisão possa beneficiar de um estatuto de intocável. Apesar da sua posição no balneário, acho que Luisão deixa a desejar em termos de liderança (tal como Nuno Gomes) ou como símbolo do clube. Está obviamente a anos-luz do que foi o Humberto ou o Mozer em termos de estatuto. Em termos técnicos também não é nenhuma estrela, revela enormes dificuldades contra avançados rápidos, movimenta-se mal, é um desastre na colocação da bola e tem revelado pormenores de alguma displicência que são absolutamente inaceitáveis num jogador da sua categoria. Resumindo, acho que o Luisão será um dos pilares da equipa mas nós (adeptos) e o Jesus, não lhe podemos dar um segundo de descanso. Se tudo correr bem, após uma grande época e a sua possível titularidade no próximo campeonato do Mundo, irá render (finalmente) muito dinheiro.

Miguel Victor é uma espécie de patinho feio. Se tivesse sido contratado ao Sport de Iparicituma da 3ª divisão brasileira por 8 milhões de euros seria titular indiscutível... mas para azar do Miguel, é apenas um dos produtos da casa. Um daqueles miúdos que cresceu a sonhar em pisar a relva da catedral e a dormir com o manto sagrado. Miguel Victor não tem o estatuto do Luisão, nem a imponência física do Sidney, nem a exuberância do David Luís, mas foi, na minha opinião, de longe o central mais regular da última época. Miguel Victor já foi titular pela equipa principal 30 vezes (em jogos a sério) e quantas vezes se lembram de ter ficado mal na fotografia? É um central rápido e forte, que joga limpo e que sai sempre com a bola a rolar. Para mim é um crime não se dar ao Miguel Victor a titularidade que ele já merece.

Sidney foi uma das revelações da época passada. Tem uma presença física impressionante e tem-se destacado por marcar muitos golos. Confesso que ainda duvido do seu real valor. Não parece ser um atleta muito empenhado... por causa do seu talento precoce diz-se que gosta pouco de treinar... no jogo com o Milão deixou uma bola escapar-se por entre as pernas, tal como na pré-época do ano passado onde deu também um grande buraco. Acho que Sidney será o herdeiro natural do Luisão e até lá cabe-lhe trabalhar muito e eventualmente alternar a posição com o Miguel Victor consoante a estatura dos adversários.

O David Luiz é um case study. Eu admito à partida as muitas duvidas que tenho em relação ao seu valor. É raro haver jogadores que consigam ter tanta empatia com o público sem serem capazes de se afirmar indiscutivelmente na equipa. David Luiz tem em sua vantagem a enorme entrega e disponibilidade física, bem como uma capacidade técnica acima da média para um defesa. David Luiz gosta de jogar em antecipação onde por vezes consegue grandes desarmes e outras deixa autoestradas nas suas costas. Basicamente vai alternado grandes jogadas com momentos muito infelizes (aqui e aqui. Já o disse várias vezes... David Luiz é um 'loose canon'. É daqueles jogadores com muito talento e zero inteligência emocional. David Luís nas ultimas jornadas do campeonato anterior esteve envolvido em vários lances de penalti que acabaram por não ser assinalados, e é raro o jogo em que não está envolvido num lance a roçar a brutalidade. Se fosse avançado não estaria muito preocupado, mas o facto de jogar tão perto da nossa baliza assusta-me. David Luiz comete muitos erros, e erros que custam pontos. Admito que estou insistentemente a malhar no David Luís, se calhar de forma exagerada. Mas faço-o porque acho que pode vir a ser um grande jogador, mas que ainda não o é. David Luiz precisa de fazer um reset. Talvez ser emprestado a uma boa equipa, quem sabe noutro campeonato onde possa crescer emocionalmente. Ou mudando de posição, porque ele tem talento para ser um bom médio defensivo ou mesmo um bom avançado... mas recapitulando, na defesa do Benfica, não obrigado.


Lateral Esquerdo

Bom, já aqui bati o suficiente na nossa gestão do plantel... desta vez deixo só uma palavra: Leo... Aliás, duas, Ribeiro. Ah, e outra nota, David Luiz nem discuto como hipótese para lateral.

Do que vi esta pré-época confesso a minha surpresa em relação ao Shaffer. Não só o achei um jogador absolutamente excepcional na forma como ataca e defende, como completamente despropositada as criticas que caíram sobre ele na imprensa e na blogosfera. Jesus disse claramente depois do jogo com o Milan que deu poucos minutos a Shaffer pela simples razão que ele vem da Argentina com o campeonato a decorrer e não precisa de ganhar ritmo competitivo. Shaffer parte como titular indiscutível.

Em segundo lugar teremos o Peixoto. Custa-me que estejamos a apostar num jogador já com 29 anos mas enfim, é barato e se Jesus confia nele então eu também. Não percebo no entanto que se pense nele como uma alternativa mais ofensiva ao Shaffer... já viram o Argentino a centrar?

Em relação à posição 3, mais uma vez estamos a apostar em 3 jovens. Sepsi parece ter sido barrete, e daqueles bem caros. Rúben Lima fez uma grande época no Aves e este ano vai ser uma das figuras do Setúbal. Espero que o seu regresso à Luz esteja para breve. Marinho é também uma grande promessa (já andou no Sporting e no Valência) e creio que se rodar mais dois anos e ganhar alguma maturidade poderá vir a ser um jogador interessante.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Parte I - Guarda-Redes

Arrumada a pré-época, apetece-me discutir um conjunto de ideias sobre o plantel actual do Benfica. Este post é dedicado aos guarda-redes, mas não seria justo deixar de realçar em primeiro lugar o trabalho absolutamente notável do Jorge Jesus nas últimas semanas.

Eu considero que o grande problema do Benfica nos últimos anos não tem sido a má qualidade dos treinadores, mas acima de tudo uma péssima gestão do plantel, responsabilidade única e exclusiva do Presidente LFV. Confesso que o atribulado processo que conduziu à sua re-eleição me deixou muito desmoralizado e não consegui deixar de ver a solução Jesus como mais uma cartada populista de LFV. Disse várias vezes que Jesus era um deja-vu do Manuel José. Não há nada melhor que reconhecer estar enganado e hoje tiro o chapéu ao Jorge Jesus e reconheço a incrível transformação que a equipa sofreu em menos de dois meses. Com um plantel pior que o da época anterior (já la vamos), Jesus cumpriu a sua promessa e em menos de um mês pôs a equipa a jogar o dobro.. ou o triplo ou o que quer que seja quando se começa no zero. Mas disperso...

Guarda redes

Começámos a pré-época com 3 guarda-redes: Quim, Moreira e Moretto. Jorge Jesus foi dando o mesmo tempo de jogo aos 3 até confirmar que o Moretto é uma aberração. Aberração é uma forma de dizer "fantochada populista do LFV" que custa 15 mil contos por mês ao Benfica... A um guarda-redes exige-se segurança e não duas defesas fabulosas e um frango monumental, ou vice-versa como era o caso.

Entretanto procurava-se um guarda redes de eleição... Parece que a única (?) escolha preferiu ir para o Catania e nada feito. Felizmente Jesus terá posto água na fervura e escolheu um jogador que conhece bem e no qual tem muita confiança, com a vantagem de ser relativamente jovem mas experiente, e acima de tudo barato.

Sendo assim vamos arrancar a época com Moreira, Quim e Júlio César.

Na minha opinião, Moreira é, indiscutivelmente, o guarda redes titular. O tormento das lesões parece estar ultrapassado. No final da época passada esteve muito seguro, nota-se uma enorme alegria e paixão pelo lugar que ocupa e percebe-se que treina com orgulho e afinco. Em relação a Quim é muito superior na velocidade com que sai da baliza e na agressividade com que sai aos cruzamentos. Não é um guarda-redes espectacular nem tem a capacidade de fazer as milagrosas defesas de um Preud'Homme, mas parece-me ser de longe o guarda-redes mais preparado para assumir a responsabilidade da titularidade.

Júlio César é uma incógnita, mas vou confiar na sabedoria de Jesus para afirmar que deveria ser o segundo guarda redes. Júlio César não é propriamente um novato e creio que será uma opção segura se for chamado para substituir Moreira. Por ser ainda relativamente jovem e um futuro titular, acho que devia viajar e equipar-se com a equipa para se ir habituando à grandeza do clube. Se conseguir mostrar nos treinos a sua mais valia em relação a Moreira, creio que irá entrar progressivamente na equipa aproveitando os primeiros jogos da Taça e da Taça da Liga.

Quim, mais afirmação infeliz, menos afirmação infeliz, mais penalti, menos penalti, foi durante a época passada e a pré-época o guarda redes mais irregular. O ano passado cometeu uma série de frangos inacreditáveis e nas últimas semanas tem vindo a comprovar a sua total inépcia para sair aos cruzamentos. Como ao longo do campeonato sofremos muito mais golos em sequência de cruzamentos do que de penaltis, não me parece que Quim seja a melhor opção para titular. Pela sua idade e experiência será sempre uma opção válida, mas na minha opinião arranca em terceiro lugar. Resta ao Quim trabalhar com profissionalismo e com a boca calada, para que seja um exemplo aos mais novos e para que seja capaz de responder com segurança na eventualidade de ser chamado à equipa.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

O Luis Filipe?!!?!?!?!?

Pronto.
Esta' resolvido o problema do excesso de entusiasmo.
Venham os prozacs outra vez.

domingo, 2 de agosto de 2009

que equipa!

eu nao quero entrar na euforia da pre-epoca, mas a equipa (provaveis titulares e 2a linha) anda a jogar um futebol tao fluido que e' dificil nao sorrir com os oles e com os toques simples do saviola ou os passes de letra do di maria. 'a primeira jornada do campeonato vamos comecar a ver uma evolucao dos arbitros tambem, claro, mas este ano, e mesmo que o record continue a roubar golos ao cardozo (que devem dar em vitorias valerem 2 pontos para o benfica e 4 para o lagartanhedo) cheira-me que vai andar muita gente com azia.

mas nem tudo sao rosas. para reflectir, o lado direito da defesa e uma aparente apatia do yebda. o patric mostrou muita hesitacao e que e' muito verdinho e o ruben, apesar de polivalente, nao e' o mais indicado para a posicao. o miguel vitor deve dar para tapar nas primeiras 2 ou 3 jornadas, mas e' para pensar. o yebda, que pode estar de saida, mostrou-se um pouco desinteressado do jogo, embora o sr de preto ter decidido fazer dele vitima e qualquer entrada era falta.

o fabio hoje esteve mais apagado, embora tenha tido alguns rasgos interessantes e o cm continua um caso dificil de perceber. tem raca e nota-se que tem talento, mas tanto faz passes fenomenais como perde 3 bolas seguidas.

nota 20 para o jesus. sempre interventivo, a corrigir as posicoes de meninos desatentos, sejam eles o aimar ou o sidnei, nao para sossegado. nao e' gajo para falinhas mansas, mas viu-se bem o que falinhas mansas nos dao. forca jj.


BENFICA SEMPRE!!!