origem
Eusébio +10: Abril 2009

quarta-feira, 29 de abril de 2009

se houvesse um campeonato de sacudir a água do capote.....

"Luís Filipe Vieira demarcou-se de responsabilidades nos maus resultados da equipa de futebol nesta época e admitiu aos Órgãos Sociais (OS) do Benfica, na segunda-feira, que haverá um buraco de 40 milhões de euros no passivo do clube se não forem vendidos jogadores - Sou apenas responsável pelas contratações de Urreta e Sidnei - lembrou Vieira. Na sua alocução, o líder directivo das águias frisou que o orçamento para 2008/09 foi o maior de sempre (30 milhões de euros) e que estavam criadas todas as condições para a equipa conseguir melhores resultados" - Correio da Manhã.

40 milhões é de facto muita fruta... pergunto-me quanto terão custado estes prodígios seleccionados pelo meticuloso génio de LFV: Kikin Fonseca, Laurent Robert, Bergessio, Adu, Coentrão, Moretto, Zoro, Miguelito, Paulo Jorge, Karadas, Fernando Aguiar, Beto, Andrés Dias, Felipe Bastos, Ronald Garcia, Edcarlos, Paulo Almeida, Everson, Andersson, Zahovic, Yannick, dos Santos, Manduca, Amoreirinha, Manú, Artur Futre, Rodolfo Lima, José Fonte, Andersson Luiz, George Jardel, Sepsi, Alex, Butt, Luís Filipe e Diego Souza?

Infelizmente para o Benfica, o nosso objectivo é ganhar o Campeonato Nacional de Futebol... Porque se fosse o de sacudir a água do capote, tínhamos homem para rivalizar com o Queirós.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

no comments...

E aos 58 minutos, va' la' de dar 3 pontinhos aos corruptos. Merda de campeonato. Ser campeao no campo e' uma coisa. Ser campeao na secretaria e' outra. E este e' so' mais um episodio em 30 anos de roubo constante...

sexta-feira, 24 de abril de 2009

a dita flutua sempre

"...Para se ter uma ideia, a Olivedesportos paga ao conjunto de todos os clubes da Liga cerca de EUR 42/45 milhões anuais. O Benfica recebe cerca de EUR 7,5 milhões/ano. Em Inglaterra, um clube como o Tottenham recebe, sozinho, cerca de EUR 51 milhões/ano. Em Espanha, o Villareal recebe, sozinho, EUR 46 milhões/ano. São clubes do meio da tabela que recebem mais do que a totalidade dos clubes portugueses. O Benfica, tendo a dimensão que tem, recebe menos do que qualquer clube do fundo da tabela destes países (ou vendo bem, de qualquer outro minimamente desenvolvido). Mesmo tendo em contas as diferenças dos mercados, trata-se de diferenças avassaladoras. A Sport TV, detida pela Olivedesportos e pela Zon em partes iguais, cobra aos cerca de 600 mil assinantes uma mensalidade de EUR 23,99 €. Trata-se de cerca de EUR 173 milhões anuais de assinaturas para se poder ver futebol na televisão. É cerca de 4 vezes mais do que se paga à totalidade dos clubes. Bonito" - Tertulia


Podemos passar semanas a discutir arbitragens, bolas ao poste e treinadores mediocres, mas o estado actual do futebol português devesse unica e exclusivamente a isto!

quinta-feira, 23 de abril de 2009

um aparte

nos aqui sempre levantamos a voz contra bestas que pensam que jogar 'a bola e' o mesmo que entrar num ringue de boxe. levantamos a voz quando um animal abalroou de forma inexplicavel o pedro mendes que o deixou arrumado por uns meses. e nao porque o pedro mendes fosse portugues e o outro marmanjo ingles, mas porque num jogo de futebol nao se podem permitir alarvidades daquelas.

desta forma, tenho que expressar o meu inteiro desagrado e completa repulsa por aquilo que aquele selvagem que jogava para os corruptos e que agora joga no real, que se da' pelo nome de pepe, fala com sotaque mas acha-se muito portugues, fez no jogo com o getafe. depois das imagens pensei "olha que bem ensinado que este anormal foi...". se o primeiro pontape no jogador do getafe e' descabido (no fim de contas, o rapaz do getafe estava no chao porque ele, o pepe, o empurrou de forma clarissima), o segundo e' inexplicavel. a bola estava a 3 metros do rapaz, e nao estava sequer perto das costas dele!!! mas nao fosse isso suficiente, vai de arrear uma chapada a um outro jogador e um soco a um terceiro. muito bem senhor pepe. muito bem ensinado.

o meu voto no castigo: tudo menos que 1 ano de suspensao e' pouco. de TODAS as competicoes, em QUALQUER campeonato. jogar 'a bola NAO E' PARA ANIMAIS!!!

o atrasado mental do bruto alves vai pelos mesmos caminhos e ja' o estou a ver ser vendido por uma pipa de massa porque a imprensa o acha um central duro, sem nunca ver que e' UMA BESTA QUADRADA que esta' para ali a jogar 'a bola. ainda tenho na memoria a entrada a pitons ao jorge goncalves no leixoes-porto do ano passado. cartao? isso so' se pode mostrar a quem veste de vermelho....

quarta-feira, 22 de abril de 2009

penso eu...

... de que se o Bruno Alves fizesse um penalti, enfiasse dois pontapés num adversário caido e mais um murro noutro, que era coisa para ver um cartão amarelo... e daí não sei...

segunda-feira, 20 de abril de 2009

triste sina a nossa

Mais uma jornada e mais um rombo nesta palhaçada que se chama futebol português.

Em Coimbra, nada de novo... Domingos passou o tempo todo a olhar para a relva e não viu um penalti do tamanho do Estádio quando Raul Meireles cortou uma bola com a mão estava o resultado em 0-0. Curiosamente, Olegário até viu, mas aplicou a sobejamente conhecida "amnistia andrade" e deu a lei da vantagem, pedindo ao jogador da Académica para rematar na sequência do ressalto na mão. Se isto não é motivo para se irradiar um árbitro então não sei o que seja. Ah, pois, o terceiro golo também foi em fora de jogo... mas a regra de fora de jogo aplica-se a quem veste de azul? nunca tinha dado por isso... Outro apontamento curioso da semana é o facto do jogador que mais se tem destacado pelo Estrela da Amadora ( que é emprestado pelo Porto), vejam lá o azar, mas pela 3ª vez esta época se lesiona na véspera do jogo contra quem lhe paga o salário. Ele há coisas do Diabo.

Sábado à noite não vi a bola porque fui a um concerto, mas sinceramente entre a trupe sérvia do Kusturica ou os verdes a balir não vai grande diferença. Paulo bento estava possesso porque o árbitro lhe anulou (e muito bem) um golo e por causa da dualidade de critérios evidenciada pelo Bruno Paixão... perdoe-se a redundância. Bruno Paixão deve ser o pior árbitro português e só anda ainda metido neste esterco porque desde um famoso jogo em Campo Maior em que não se vergou aos Andrades que nunca mais lhes conseguiu sair do bolso. Desde os tempos do Jardel de Azul que esse anormal anda a pedir perdão ao Papa... disperso... queixava-se o Paulo bento da falta de consistência, o que eu sinceramente até concordo. Então o Paixão deixa o Derlei andar 90 minutos a arrancar rótulas, e depois vai mostrar amarelo ao Moutinho simplesmente por uma sequência de faltas? Não pode ser, está mal, não há critério, e a culpa é do Benfica como disse e muito bem o Sr Pres do Concelho Fiscal dos Especiais.

Já o Benfica resolveu ganhar um jogo na tranquilidade coisa que nós, de tão mal habituados já nem sabemos o que é. É como beber Mateus Rose durante uns tempos e depois quando alguém nos dá vinho a sério aquilo até sabe esquisito. Ontem dei comigo a pensar, será que isto é a Liga Intercalar? É que o jogo, e perdoem-me os camaradas Setubalenses que ainda nãi viram um salário este ano, teve menos pica que um jogo de pré-época contra uns gajos da 3ª divisão Suiça. Claro que ajuda o Quique por os gajos nos lugares certos mas confesso que não gostei... faltou-lhe qualquer coisa. A vida sem drama já não tem emoção. Eu já não consigo não estar zangado.... e agora que é mais que evidente que Rui Costa está a pôr ordem na casa (aquele abraço a Cardozo foi delicioso) e que Quique está de malas feitas para a segunda linha espanhola (de onde aliás parece nunca ter saido) eu zango-me com quem? Já sei... David Luiz! segundo jogo consecutivo em que faz um penalti (não assinalado), n entradas a roçar o vermelho... este menino devia concentrar-se no talento que tem e limitar-se a jogar à bola porque a bad boy attitude não lhe fica nada bem... a atitude ou a camisola encarnada, das duas uma. David Luiz, diga-se o que se disser, é neste momento o 4º central do plantel, não tem condições para ser lateral e na minha singela opinião não está a amadurecer como devia. O rapaz tem tudo para ser um grande jogador, talvez como trinco, e no entanto está muito longe de o ser... Sem hipocrisias ia muito bem passar um anito ao Sienna para ver se por aquelas bandas alguém lhe ensina alguma coisa.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

mais um tiro no porta avioes

A entrevista do Leo à Antena 1 é elucidativa. Mais um com mais Benfiquismo (leia-se inteligência e ambição) na unha do pé do que a Direcção do Benfica inteira. Relembro as suas palavras quando foi recebido em apoteose em Angola dizendo que o Benfica era maior que Deus.

A saída do Leo é das coisas mais absurdas que a direcção de LFV já fez e representa não só a sua falta de cultura benfiquista mas como a total falta de liderança e estratégia. Depois de meses de duras negociações, juras de amor eterno, e uma pré época exemplar, Leo desaparece como se fosse um Miguelito qualquer. Se Quique queria assim tanto ver-se livre de Leo (por ser baixo ou gostar de cuecas às riscas, tanto faz), Rui Costa devia ter dito claramente que mais depressa saia ele. E se insistisse no Jorge Ribeiro, um Álvaro, Chalana ou Diamantino tinham uma conversa com Quique para ter a certeza que o espanhol ficava uns dias sem se conseguir sentar. Em vez disso, um recém chegado, cheio de pintas e sem fazer ideia do que esta a fazer, excomunga o maior símbolo de profissionalismo do plantel, trocando-o por quem antes andou a cuspir no manto sagrado... sem espinhas, e Rui Costa e LFV assobiaram para o lado. Na minha opinião, Leo voltava amanhã para o Benfica com o ordenado do Quique, para presidente ou tratador de relva.

Concluindo, como é que o Leo que até aos 30 anos nunca saiu do Brasil se enquadra tão bem na cultura do Benfica, e outros, que estão mesmo aqui ao lado, ao fim de quase um ano ainda não fazem a mais puta ideia de onde vieram parar? Humildade, a base ideológica do Benfica. Uns têm e outros não...

Petit: idem idem aspas aspas.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Eliminar o campeao europeu

nao e' para todos... Na verdade, a unica equipa portuguesa que o conseguiu nos ultimos anos chama-se BENFICA. Despachou o Liverpool com duas grandes exibicoes e duas vitorias, by the way. Nao precisamos de contar com golos marcados fora para os desempates. E no mesmo ano despachamos o Manchester, by the way.
O treinador chamava-se Arnaldo. Arnaldo Cu-men.
Tambem lhe mostraram lencos brancos.
Que saudades do Arnaldo, e do Simaozinho, que pintava as mantas todas.
Que saudades. E isto foi ha' tao pouco tempo...

terça-feira, 14 de abril de 2009

lenço ou não lenço... ou todos gritam e ninguem tem razão

Antes que alguém se ponha com cretinices vamos pôr já a limpo o meu Benfiquismo. Sou sócio do Benfica há 19 anos, sempre com as quotas em dia. Sou accionista minoritário e subscritor de todas as operações financeiras para salvar o clube desde a Operação Coração ao Fica Amaral. Tive um lugar cativo na velha Luz, que nunca deixei de pagar mesmo quando estive no estrangeiro vários anos. Estava na Luz quando eliminámos o Marselha e quando levamos 3 da Académica. Assisti, aos 6-3 de joelhos e com uma vela em cima da televisão porque sabia (antes do primeiro golo) que algo épico estava prestes a acontecer. As minhas filhas são sócias do Benfica desde os primeiros dias de vida. Enrolei-as na bandeira do clube no dia que nasceram. Nunca lhes cantei outra canção de embalar que não as Papoilas Saltitantes, e elas com 3 anos sabem mais cânticos do Benfica do que a maioria dos adeptos. Portanto, se alguém quiser questionar a minha sanidade mental, força. Mas o meu amor ao Benfica, bardamerda.



E o assunto que aqui nos traz hoje: O universo benfiquista está dividido por uma questão fracturante, os pró-lenço e os anti-lenço.

Os pró-lenço são acusados de não gostar do Benfica por serem contra o Quique (ou o LFV, ou o Balboa, ou o apanha-bolas). Os anti-lenço são acusados de pactuar com o actual mediocridade que caracteriza o Benfica. Uns e outros têm as suas legitimas razões. Mas esta dicotomia é preocupante e assustadora. Eu estive na Luz o fim de semana passado e ouvi da boca de Benfiquistas (pró e anti) insultos que raramente ouvi dizer aos mais corrupto dos árbitros (perdoem o eufemismo).

Ser ou não ser pró lenço resume-se de uma forma simples à nossa identidade como clube. O Benfica sempre foi um clube caracterizado pela sua garra e ambição, onde a derrota não era uma possibilidade. Leiam as palavras tristes de Chalana o ano passado quando se queixava de os jogadores actuais não saberem o que é o Benfica. Jogadores esses que não sentem vergonha após um mau resultado e que não compreendem a nossa revolta quando a sua pele não fica em campo. Essa perda da nossa identidade enquanto organização que almejava apenas e só a vitória, tem várias causas. Por um lado o dinheiro passou a falar mais alto que a honra e a glória. Por outro, nós adeptos também nos aburguesámos. Perdemos a imponência do terceiro anel. Perdemos os Diabos Vermelhos colados à linha lateral. Trocámos o inferno pelo conforto.... e os nossos jogadores também.

Instalou-se na última década uma cultura no Estádio da Luz que me parece ser completamente contrária à identidade do nosso glorioso Benfica: quem critica jogadores, treinadores ou dirigentes não gosta do Benfica e não é Benfiquista. Um exemplo brilhante publicado hoje aqui. Eu concordo que assobiar um jogador ao falhar o seu primeiro passe é absurdo, que normalmente a nossa insatisfação causa mais ansiedade que ambição, mas é fundamental que saibamos distinguir um insulto desapropriado de uma cultura de exigência que é a GÉNESE DO NOSSO GLORIOSO CLUBE.

Ser do Benfica é exigir mais a cada dia que passa. É a vitória. É a dignidade. A autoridade. A imponência. O carácter de quem é maior que os grandes. Perdoem-me todos os Benfiquistas que vibram e sofrem... mas o que sobra hoje do Benfica é o voo imponente da águia vitória, transformada num número de circo... é decadente a forma como nos queixamos do azar e dos árbitros, como se fossemos uns viscondes quaisquer, e como invejamos, de uma forma envergonhada, um líder como o dos andrades. Não precisamos de desculpas nem de criminosos, precisamos de recuperar a nossa ambição e a nossa exigência que é o que fez de nós grandes.

O BENFICA É OS QUINZE A ZERO!!! O sketch dos Gatos não é uma piada. É O BENFICA, e aquele pequeno filme não faria sentido com mais nenhum clube do mundo. É isso que faz de nós o Benfica. Sermos exigentes é o que faz de nós Benfiquistas.

Não somos menos benfiquista por assobiar os nossos jogadores porque nós somos aqueles que os glorificamos, que os veneramos, que os seguimos faça chuva ou faça sol. Da mesma forma, não questionar o Quique, o LFV, ou mesmo o Rui Costa ou o Eusébio, é uma afronta à identidade do nosso clube.

Num blog de ultras (normalmente os mais radicais defensores do anti-lenço) levantou-se hoje uma questão: Qual o real papel de um Adepto no apoio à sua equipa? Subscrever tudo o que um plantel ou dirigente fazem e pedem? Ou perceber que o Símbolo Benfica e a Camisola Benfica são superiores a tudo e a todos? E que a crítica faz parte do Amor a um Clube?

Eu não tenho duvidas. Não me peçam mais para comer e calar. Nem mais um dia. LFV tem 8 anos de Presidente em condições que ele diz serem adversas mas com um apoio popular nunca antes visto. O seu tempo chegou ao fim. Foi capaz de trazer alguma dignidade ao Benfica, mas não foi capaz de fazer renascer a ambição e o espírito de conquista. Foi desculpabilista e vendedor de falsas promessas. O problema do Benfica não está no treinador, nem nos jogadores, nem nos árbitros. Está na sua inexistente cultura de vitória e na sua falta de ambição. Houve apenas um ano, onde LFV se eclipsou, e por uma conjugação qualquer cósmica, juntaram-se um batechapas, um treinador banal, um ex jogador de 6 dedos, e uma equipa medíocre, para voltar a fazer renascer o sonho benfiquista... depois disso, voltou o senhor presidente e voltámos à feira de vaidades. Como é possivel, quem é Quique Flores, para excomungar Fernando Chalana e Diamantino? Quem é o lider desta organização que o permite? Só pode ser alguém que não faz a mais pequena ideia do que é o Benfica. José Veiga (em quem eu nunca votarei e que espero que nunca mais entre na Luz), sabe o que é o Benfica, e sabe que não é preciso tempo para fazer um campeão, mas sim ambição e liderança.

Eu não sou contra o Benfica, nem contra o Quique, o Rui Costa, ou os nossos jogadores. Sou contra Luis Filipe Vieira. Eu ando a abanar o lenço há muito tempo, mas sempre virado para a tribuna. Quando Fernando Santos foi contratado, depois daquela inenarrável pré-época, escrevi neste blog qualquer coisa assim "quando os benfiquistas quiserem usar o lenço, por favor virem-se para a bancada." Espero que os Benfiquistas não continuem a pactuar com a mediocridade. E que saibam identificar onde está o problema do Benfica. Mas espero mais ainda que não continuem a calar a vossa revolta.


PS - "Uma 'estória' sobre Alfredo Farinha: diz-se que, por vezes, em vésperas de jogos europeus importantes do Benfica, pedia para ser ele a fazer a crónica dos jogos da nossa equipa no fim-de-semana anterior. Depois, mesmo que o Benfica tivesse ganho de goleada, desancava a equipa e os jogadores de alto a baixo. Isto para que eles se sentissem espicaçados, e não ficassem demasiado ufanos ou confiantes. Era a sua forma de ajudar" - Tertulia Benfiquista

domingo, 12 de abril de 2009

o abanar do lenco

ontem o benfica perdeu em casa com a academica, esse outro (ja' perdi a conta) clube satelite dos corruptos, que para a semana se vao queixar do tempo, do frio, da chuva ou do que os valha para darem de bandeja a vitoria a quem lhes empresta jogadores e atribui treinadores. mas adiante...

toda a imprensa tem dito que o benfica fez um grande jogo. eu nao concordo. fazendo as contas a uma semana de declaracoes infelizes, o benfica perdeu por falta de ambicao. o que eu vi na 2a parte do jogo de ontem foi tudo menos bonito. foi um rol de ataques disparatados, em que os jogadores queriam todos fazer tudo por eles. o reyes ia buscar a bola 'a linha para fugir para o meio e tabelar com o aimar, isto quando nao aparecia o ruben a querer chutar de longe ou o david luiz numa correria desenfreada. nao gostei.

vao 24 jornadas. fio de jogo continua sem se ver. jogadas com pes e cabeca continuam a nao existir. e' tudo feito a repeloes e 'a tola. parece, ao fim de 8 meses, uma equipa em pre-epoca.

o quique flores, que no inicio da epoca dizia coisas com cabeca, parece-me um pouco perdido. o deitar a toalha ao chao com um "o 3o lugar ate' pode nem ser mau", ou "vai ser um jogo muito muito muito dificil", e outras declaracoes que tais, tem dado tiros no pe uns atras dos outros.

sim, tambem perdemos por causa de um arbitro que nao viu uma falta sobre o nuno gomes antes de anular o golo ao aimar, que nao viu minutos antes um encontrao sobre o david luiz na area, que perdoou todas as entradas a matar dos jogadores da academica. mas por esta altura ja' alguem devia ter dito ao quique (rui costa, por exemplo... ou o diamantino... ou o chalana...) que em portugal o benfica joga sempre contra 11 jogadores, 4 arbitros e 12 clubes (mais ou menos) que pendem todos para o mesmo lado. que o facto de sermos melhores que eles todos faz com que andem todos com vontade de reescrever a historia. mas nao basta dizer na sala de imprensa que se vai lutar para ganhar os jogos que faltam.

faltam 6 jogos e nao acho que o quique fique para a epoca que vem, o que e', mais uma vez, um contratempo. e nao creio que o reyes, o katso ou o di maria fiquem. resta-nos vender o balboa e esperar que o adu expluda quando voltar (o monaco nao deve ficar com ele). quem sera' o treinador para pegar nesta equipa e po-la a jogar 'a bola? nao sei. o alvaro. porque isto nao vai la' com boas maneiras e futebol idealizado. isto so' la' vai com faca nos dentes e atitude de guerreiro em cada jogo. e isso, acho que o quique nao da'....


BENFICA ESMAGA!!!

segunda-feira, 6 de abril de 2009

o modelo de jogo do Benfica de Quique

- ter o unico numero-10-puro a jogar encostado 'a esquerda ou 'a direita, mas so' se nao puder jogar a segundo avancado onde nao ve a bola o jogo todo
- ter o melhor medio de transporte de bola encostado 'a direita porque a sumidade-de-quatro-milhoes que se resgatou do Real Madrid C nao vale um quilo de esterco organico
- encaixotar um ponta-de-lanca que precisa de espaco no meio dos quatro centrais adversarios (e, nunca, nunca, deixar o gajo jogar com outro macaco ao lado)
- despachar o melhor defesa-esquerdo do plantel (e dos ultimos 15 anos!) com o argumento que um gajo com 32 anos e centenas de jogos nao percebe o jogo (sera' que tambem tem a paranoia da altura como o Koeman?)
- por um central a defesa-esquerdo
- por outro central a defesa-direito 'as vezes, so' naquela de ver o que da' (se puder ser, jogar com quatro centrais, a ver se sofremos menos golos)

(O gajo que ocasionalmente desequilibra e' do atletico merdid, e comeca a cheirar-me que nao vai ser nosso, e o gajo que aguenta a coisa 'a tona e' grego, quer ganhar coisas e ja' percebeu que o melhor e' dar a desculpa dos voos directos e bazar em alto speed para outras paragens...)

Sorte e falta dela

Isto agora nao tem nada a ver com o Benfica, mas tenho que partilhar isto.
Um gajo que andou no liceu comigo costumava dizer que todos os ca***es tem sorte.
E nao e' que bastou sair os corruptos ao Manchester para os gajos entrarem numa fase negativa?
E tres dias antes do jogo lesiona-se-lhes nao so' o melhor central que eles tem, mas um lider dentro de campo?
Raios me partam se o Zandinga nao continua a bombar.

(E' do tempo, ou hoje estou mistico? 'a bocado era o caravaggio, agora o Zandinga... nao tarda comeca a nevar no Rio de Janeiro...)

domingo, 5 de abril de 2009

quique, porque no te vás?!

"Foi um jogo muito difícil, era complicado preparar a equipa com tantos jogadores fora durante estas semanas"

Depois de mais uma exibição que dá um novo significado à palavra paupérrimo, pergunto ao Quique se teria tido uma semana mais fácil se estivesse a treinar uma equipa... sei lá... no limite do absurdo... que vale menos que o passe do Balboa, que não recebe ordenados há 7 meses, que não fez um treino durante a semana, e que sofre dois golos de penaltis inexistentes? De facto, é chato ter um monte de internacionais, condições de trabalho inigualáveis e os ordenados em dia....

quarta-feira, 1 de abril de 2009

E se no dia 1 de Abril...

... se celebrasse a verdade desportiva?

É um bocado irónico neste dia em particular procurar nos jornais desportivos a famosa mentira. Sejamos realistas ... há algum dia do ano em que os jornais desportivos não estejam atolhados de mentiras? há algum dia do ano em que o nosso futebol não seja uma mentira?

Dia 1 de Abril podia ser um dia excepcional. Podia ser o dia em que se leva a sério, por exemplo:

- o facto da maioria dos futebolistas ter salários em atraso

- determinado clube emprestar/oferecer jogadores a praticamente todos os seus adversários e a frequência com que estes se lesionam na véspera de determinados jogos

- os árbitros frequentarem a casa de dirigentes

- os dirigentes viciarem a classificação dos árbitros

- as palavras do Juiz Mortagua

- o fenómeno George Jardel

- as agressões ao Vereador Bexiga

- o património dos Loureiros

- as dividas do Reinaldo nos casinos

- as ameaças aos jogadores em fim de contrato

- o dinheiro da transferência do João Vieira Pinto

- quem fez o Pedro Proença sócio do Benfica

- o facto do Tavares Teles ainda ter carteira de jornalista

- a empresa detentora dos direitos de transmissão dos jogos ser simultaneamente uma das principais accionistas de alguns clubes

....

A lista é praticamente infinita... e reconheço que é muita fruta para um dia só... mas um dia que fosse, já seria um grande contributo para a credibilização do nosso futebol. É porque ainda há muita gente que gosta de futebol e que tem saudades de falar sobre futebol.

... E este post não tem nada a ver com o Benfica...