origem
Eusébio +10: Outubro 2008

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Estrela

Nao percebo como e' que clubes como o Estrela da Amadora ainda persistem no futebol profissional. Constantemente a dever dinheiro, todas as epocas se chega 'a fantochada do costume - salarios em atraso, e por meses em serie. Parece que este ano ainda nao pagaram nada: Julho, Agosto, Setembro... nada...
Estes gajos nao tem adeptos, nao tem estrutura, nao tem nada. Sao um clube como o Estrela de Portalegre, que anda nos distritais, e como o Grupo Desportivo Portalegrense, que acabou com o futebol senior e so' tem putos a jogar. E como milhares de outros clubes por Portugal fora, que nao tem dinheiro e vao percebendo, mais ou menos devagar, que quem nao tem dinheiro nao tem vicios.
Estas merdas comigo era assim: presidente, direccao e conselho fiscal na jaula, bens do presidente e restantes membros dos corpos sociais penhorados e usados para pagar os salarios em atraso aos jogadores, equipa tecnica e funcionarios; clube suspenso por 10 anos, comecando a contar a partir do momento em que todos os credores estivessem ressarcidos; todos os jogos desse clube passavam a contar como vitoria do adversario por cinco secas.
E' incrivel como a mesma porcaria acontece ano apos ano apos ano apos ano e os MERDAIS do nosso futebol continuam a assobiar para o lado e a encher os bolsos dos OLIVEIRINHAS E OUTROS MAFIOSOS.
Imagino, tambem, que mesmo quando ha' salarios em atraso para tres meses da equipa, continua a haver dinheiro para putas e uisque.

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

hihihi

É por estas e por outras, que esta foi a melhor medida de gestão do plantel dos últimos anos.

Em relação ao pontapé na chincha, continuamos sem jogar um peido, e a ser roubados ao ritmo de um penalti por jogo. Felizmente parece que chega...

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

o rei vai nu?

Este Benfica de Quique flores é um caso de estudo do futebol moderno... ou talvez não, porque parecemos uma equipa dos anos 50 quando surgiu a revolucionária táctica WM.

Ontem foi assim:
- 4 defesas que passaram 90 minutos a chutar para onde estavam virados.
- 2 médios com a habilidade e visão de jogo de um tijolo.
- 4 avançados que em 90 mns praticamente não fizeram uma combinação entre si.

O resultado foi mais um jogo completamente desgarrado e uma equipa que não tem a mais pequena noção do que anda a fazer em campo... ou melhor, noção até tem... essas noções de futebol é que são preocupantes porque parece que voltamos ao tempo em que a responsabilidade dos 5 defesas é não sofrer golos e a responsabilidade dos 5 avançados é fintar toda a gente e marcar golo.

O Benfica este ano fez 9 jogos oficiais:
- 3 para a Taca Uefa, onde fizemos duas exibições paupérrimas em Napoles e em Berlin, e um jogo absolutamente fenomenal na Luz contra o Nápoles.
- 5 jogos no Campeonato onde fizemos uns bons 30 mns contra o Porto e outros 30 contra o Sporting, e exibições miseráveis contra o Rio Ave, Paços de Ferreira e Leixões.
- 1 jogo para a Taça de Portugal onde levámos um banho de bola de uma equipa da 2ª B.

Resumidamente, em 840 minutos de futebol, devemos ter qualquer coisa como 200 minutos onde dominámos o adversário, controlámos o jogo, trocámos a bola e conseguimos criar oportunidades de golo. Nos restantes 640, andámos ao chuto para a frente em cavalgadas desenfreadas e inconsequentes, e sobrevivemos à custa do génio e inspiração de alguns jogadores. parece-me muito pouco para uma equipa com tantos valores.

Deixo uma nota muito positiva para Nuno Gomes que parece ser um oásis de cultura futebolistica, humildade e talento no meio de um monte de vedetas.
E uma muito negativa para Di Maria por ser o oposto.


PS - Parabens Braga!!! Se o Jesus encarnasse na pele de um espanhol bonito não andava por Braga de certeza...

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

e os burros são 10 milhões

Estava mais que visto que Scolari percebe mais disto a dormir do que 10 milhões de portugueses acordados. A análise de JVP (surpreendente no seu novo papel de comentador) ilustra perfeitamente o que se passa actualmente na selecção:

"Havia impotência e um pensamento comum: se a equipa não consegue, vou tentar eu. Não é verdade que seja solução. Pode acontecer, pontualmente, mas ninguém resolve jogos sozinho. Fiquei com a sensação de que há jogadores a competirem uns com os outros. Não é um fenómeno comum, mas, por outro lado, também não é comum haver tantas individualidades numa equipa. O que me pareceu ver foi concorrência por quem faz o último passe, o último golo ou o maior número de fintas. Não é assim que as coisas funcionam."

Contra tudo e contra todos, Scolari apostou sempre em Petit, Simão, Maniche, Nuno Gomes e Ricardo (neste ainda não dei o braço a torcer), não por serem os futebolistas mais talentosos da nossa praça, mas porque são os que lhe dão a garantia de ter uma equipa mais coesa e competitiva. Jogar simultaneamente com Ronaldo, Nani e Quaresma é um atentado ao jogo de equipa. Quaresma chega a ser ofensivo. Almeida de inicio é uma aberração (para os ultimos 10mns talvez). Mas pior, só mesmo a imagem do treinador. Para alem da chico espertice tradicional dos treinadores portugueses que têm a mania que são bons (Dani a extremo direito), transmite uma imagem de intranquilidade e desespero que se extende à equipa. Um treinador nunca leva as mão à cabeça! e Queiroz passa a vida a pentear-se num gesto que simboliza: como é que eu que sou tão bom e faço tácticas tão boas tenho que ver estes incompetentes que não sabem fazer um passe? Scolari por seu lado conseguiu convencer Ricardo que ele era um bom guarda redes!!! Enquanto Scolari pôs a equipa a ouvir "uma casa portuguesa" pelo Roberto Leal, Queiroz, reflecte o cumulo do individualismo. Ainda mais que Quaresma ou Ronaldo, é Queiroz quem se coloca num pedestal na forma como se expressa, como procura as luzes quando ganha e como se esconde quando perde... qualquer organização é a imagem do seu lider, e Queirós (mais que Nani, MFernandes, Moutinho, Miguel, Djaló ou Quaresma) é um pateta insignificante à procura de protagonismo.

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Ainda nao chegamos para a douradinha

E nem digo mais nada... Isto so' la' vai 'a porrada...

domingo, 5 de outubro de 2008

merda

confesso que nunca vi o "two girls and a cup", mas mas não deve andar muito longe de um Sporting-Porto arbitrado pelo Lucilio Baptista.

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Arrivederci


Una notte a Lisbona
Con la luna e el Mari
E ritrovato il Benfica
a massacrar, a massacrar

Obrigado, rapazes!