origem
Eusébio +10: Outubro 2007

terça-feira, 30 de outubro de 2007

New England Sports

Viver em New England neste fim de 2007 e' algo de interessante em termos desportivos. Vamos por partes. No fim de semana a equipa de Boston, a tal das meias vermelhas, voltou a ganhar uma World Series. Ontem nao houve grandes festejos mas hoje ha' parada de estrelas. Nao esta' mal. O rapazola, de seu nome Dustin Pedroia, na fotografia e' a nova coqueluche da franchise, responsavel por grande parte do sucesso da equipa no final da epoca.



Como se isso nao bastasse, a outra franchise da zona, mais dedicada ao transporte da bola com as maos mas insistindo em chamando ao dito desporto football, os New England Patriots, estao, so far, com 8-0 na epoca. Meaning, tem 8 vitorias e 0 derrotas, em 8 jogos possiveis. Este fim de semana passado destruiram os Washington Redskins por numeros que fazem mais lembrar College Football. O grande responsavel por tal sucesso e' o senhor que se segue, Tom Brady, muito embora tenha um wide receiver muito bom no Randy Moss. Juntos tem arrasado a concorrencia.



A juntar a tudo isto, o Kevin Garnett veio para os Boston Celtics. Diz que e' um bom jogador e que os Celtics terao uma epoca muito boa. Estou ca' para ver e reportar.



A unica equipa de New England sobre a qual me recuso a comentar e' Boston College. Muito por culpa da Virginia Tech nao ter tido calma quando estavam 10-0 no marcador e ter perdido com 2 touchdowns nos ultimos 2 minutos. Enfim.

Assim, e confirmando um post do Joao aqui ha' dias, e' de facto muito interessant viver em Boston nos dias que correm, em termos desportivos. Por motivos astrologicos que nao conseguiremos explicar, tanto sucesso aqui deve implicar um campeonato vitorioso para a equipa que nos move. FORCA BENFICA!!!! :)


PS: Recuso-me a comentar assuntos de claques. Sou, de modo geral, contra claques organizadas. Acho que nao tem lugar no futebol. Mas e' apenas uma opiniao pessoal. No entanto, fiquei muito preocupado com o que li no Blog da Bola sobre os compadrios e parceirismos que reinam no seio do nosso clube. Somos uma empresa, e' certo, mas nao temos que ter elementos da concorrencia nos quadros. Era o mesmo que na direccao da Ford se sentasse alguem com fortes ligacoes 'a Chevy. Enfim.

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

toma

Perdi grande parte do jogo... ouvi o relato, cheguei a casa ao minuto 82 e disse para comigo, pelo menos ainda vou a tempo de ver o golo do Adu!!!

Uma vitoria à Mourinho, como eu gosto de dizer, quando corre bem ganhamos,quando corre mal, tambem ganhamos. À Benfica.

Também à Benfica foi Leo, Butt, Bynia, Rodriguez, Rui Costa, Maxi e Katsouranis. Aquele rapaz que jogou com a camisola do Luis Filipe não me pareceu mau. Quim teve um dia muito mau, acontece aos melhores. DiMaria continua a mostrar que ter talento e saber jogar futebol são duas coisas distintas. Não me parece que vá ser titular tão depressa. Muito bem o Camacho no banco a ler bem o jogo e a optar pela solidez do Maxi no meio em detrimento do circo do DiMaria.

Mais uma vez, uma arbitragem não necessariamente maldosa, mas extremamente infeliz. Muito bem cavado o penalti que expulsa o Quim pois o Kanu enterra o pé esquerdo que acaba por ser tocado pelo Quim. Por outras palavras, ele dá meia passada e baixa o pé esquerdo para ser rasteirado . Compreendo que 9 em 10 arbitros assinalem este penalti, com ou sem fruta, mas o jogador Maritimista podia perfeitamente ter-se mantido de pé e marcado o golo. Penalti indiscutivel sobre o Leo ao minuto 70 com o arbitro a olhar no sentido contrário, creio ser ja o terceiro ou quarto da epoca que os arbitros parecem não querer ver. Fala-se de duas entradas violentas do Bynia mas confesso que não as vi.


Diogo, quem bom que deve ser ser um adepto de desporto e viver em Boston hoje em dia.

Saudações gloriosas aos irmãos das meias encarnadas.

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

uffff

Curto e grosso:

Primeira impressão, incrivel como o Celtic depois de vencer o Milao vem jogar à Luz para o pontinho... não tiveram vergonha de fazer antijogo desde muito cedo e de defenderem com 11 homens nos últimos 30 metros do campo. O nosso dominio foi assim tão avassalador ou apenas consentido?

Num jogo tão fechado contra defesas tão fortes, o Benfica tem que ter feito um jogo extraordinario para ter tido tantas oportunidades de golo. Camacho tem razão, estamos a lutar e a jogar bem e os golos hão de aparecer.

Heroi ou vilão? Cardozo perdeu muitas oportunidades, algumas escandalosas, mas marcou um excelente golo e teve pormenores de grande ponta de lança. Na minha opinião, thumbs up, o Paraguaio é bom jogador, elas vão começar a entrar com mais frequencia e o homem ainda nos vai dar muitas alegrias.

Da-me ideia que mais uma vez ficou um penalti por marcar a favor do Benfica... nem ai temos tido sorte porque todos esses lances têm caido contra nós.

Dadas as limitações conhecidas, grande jogo do Maxi e do Bynia. Os Benfiquistas podem estar descansados porque pode haver vida para além do Petit. Maxi, confere uma segurança e uma estabilidade que o Nelson ainda esta muito longe de oferecer.

Mais uma vez, excelente jogo de Rodriguez. 5 milhões é uma pechincha.

Grande Quim, que não merece que só nos lembremos dele quando erra.

A nossa defesa continua a tremer de mais. tabelas simples entre os adversarios parecem ser um pesadelo para a nossa defesa incapaz de acompanhar... preocupante a facilidade com que o Celtic criou perigo com pouqissimos homens na frente. Luisão parece continuar num péssimo momento de forma. Katso pareceu mais calmo e seguro a defender e na transição.

Não uma critica, mas uma constatação, Rui Costa fez um mau jogo, foi infeliz e isso acontece aos melhores. Preocupou-me mais a incapacidade da equipa reagir depois do Maestro (e do Rodriguez) darem o berro. Claramente não havia alternativas. Creio que Camacho deveria mesmo ter subido Katso mais cedo para o apoio ao meio campo. Rui Costa não devia ter estado tanto tempo em campo.

Fazendo a vontade aos benfiqusitas, Di Maria e Adu jogaram cerca de 30 minutos e na minha opinião ambos entraram mal no jogo. Não sei se coincidiu com o estouro do Rui Costa e do Rodriguez mas o meio campo nunca mais se encontrou, tudo passou a ser aos repelões e houve muito mais perdas de bola. É preciso ter muito cuidado antes de lançar estes miudos às feras. Notavel o passe do DiMaria para o golo, a contrastar com uma serie de lances disparatados com remates do meio da rua que mal chegavam à baliza.

Bergessio mais uma vez provou que não tem valor para o Benfica. Ser esforçado não chega.

Tão pouco publico na Luz...... que pena, porque esta equipa pelo que tem lutado merecia mais apoio.

terça-feira, 23 de outubro de 2007

dualidade de criterios ou favoritismos uefeiros

Devo desde ja' dizer que nao me aquece nem me arrefece que o Estadio da Luz seja ou nao seleccionado para a final da Champions. O que me interessa e' que o Benfica chegue a essa mesma final (ou a todas as finais) e arrase a competicao.

Agora, ao assunto do post. A UEFA decidiu decidir que o Estadio do Glorioso nao era conveniente dados os muito dubios conceitos deles. Se entendem que o estadio da Luz nao e' seguro, ok. Se acham que a PSP nao fara; um bom trabalho, ok. Ate' tolero os outros conceitos todos. Menos um. A UEFA tem como principio rodar as federacoes. OK. Entao porque e' que nos eleitos a estadios das finais uefeiras de 2010/2011 estao 4 estadios alemaes (incluindo Gelsenkirchen, que ha' bem pouco tempo recebeu a final da Champions), 3 espanhois, 2 ingleses e os outros mais dispersos? Se isto e' rotatividade, entao o Camacho ou FS deveriam tirar licoes com o Johansson (ou com o Platini... mais do mesmo pelos vistos....)

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

quem de trinta tira sete... os tais 23

Camacho disse recentemente que o plantel é grande demais e que não precisa de mais do que 2 jogadores por posição. Tenho que concordar. No entanto, para resolver esse problema aparentemente simples é preciso primeiro definir o que entende Camacho por "posição".

nada a dizer na baliza onde Quim esta seguro. Com o Moreira quase recuperado, Butt zangado e Bruno Costa na expectativa, quem sai? aposto no Butt... é caro e nada mostrou. Em alternativa é possivel que o Moreira seja o novo Mantorras e que o tal joelho o tenha arrumado ficando só a fazer número... assim, amuado ou nao o Butt terá de continuar a aquecer o banco e sai o Bruno Costa.

Na defesa é pacifico que jogamos com 4 defesas donde bastam 8 jogadores. Nelson e Maxi (saltando o Luis Filipe); Luisao, Zoro, David Luis e Ed Carlos (saindo o Miguel Victor); Leo e Miguelito. Espero que por este andar o Camacho já tenha percebido que o lugar do Maxi não pode ser no meio campo... (nota: destes centrais o Zoro parece-me ser o mais seguro e o Luisão o que pior tem jogado este ano)

Do meio campo para a frente tudo se complica... 4-4-2 ou 4-3-3? O adepto comum (passe a redundancia) pede ao Sr Camacho que se decida: é que se tenciona apostar em apenas 1 avançado, provavelmente não precisamos de ter cinco no plantel... dois devem chegar e sobrar.

No entanto concordo que é redutor discutir o número de avançados até porque tudo depende das caracteristicas dos mesmos. Convem ver que apesar de o Camacho já ter usado na posicao 10 o Rui Costa, o Di Maria e o Nuno Gomes, o esquema nunca mudou. Mudou na cabeca dos adeptos que vem um 4-4-2 quando está o Nuno Gomes e um 4-3-3 quando está o Rui Costa... mas o desenho tactico pouco muda, apenas a atitude: mais pausada e requintada com o Rui Costa; mais rapida e desorganizada com o Di Maria, e mais fisica com o Nuno Gomes. (uma nota, curioso como Di maria hoje usa a imprensa para se desmarcar de jogar ao centro dizendo que prefere estar nas alas, em contradição com o que disse há poucos meses)

Voltando ao universo Camachiano, é seguro dizer que jogará sempre com dois médios centro, dois alas, um médio/avancado, e um ponta de lança. Recuemos 3 anos e lá estão o Petit e Manuel Fernandes, Simão e Geovanni, Zahovic e Nuno Gomes. Na altura o debate era o mesmo: "tira o Zahovic e mete o Sokota, caralho!!!" O que a malta quer é dois pontas de lança... ser treinador do Benfica pode até não ser assim tão complicado...

Os médios centro: Petit e Binya é seguro que um jogará sempre, donde podemos tirar o Romeu Ribeiro. Com o segundo médio a coisa complica-se um bocado: Rui Costa, Katsoranis, Nuno Assis, Maxi, já todos tiveram uma oportunidade. De fora fica o Andrés Diaz (mistério), e o Nuno Assis que pouco mostrou no centro e ontem fez um bom jogo na direita. A minha aposta recai no Katsoranis, ocasionalmente substituido pelo Rui Costa, Maxi ou Assis mediante as necessidades. Não é de espantar que em Dezembro venha mais um jogador para esta posição ao estilo do Rochemback (uma previsão não um desejo)

Na ala esquerda já jogaram Rodriguez, Di Maria, Coentrão e até o Adu. O Coentrão voltou a provar este fim de semana que não só não tem lugar no Benfica como duvido que tenha lugar em qualquer equipa da 1a divisão. Quanto ao Adu parece-me uma pena andar a encostar o rapaz nas linhas.... Rodriguez tem estado muitissimo bem sobrando o Di Maria. A pseudo estrela Argentina fez alguns jogos bons na esquerda mas tem sido uma desilusão tanto no centro como na direita, como tal vai ter que se aguentar no banco e continuar a rezar para que aconteca alguma coisa ao Rodriguez.

Rodriguez parece que tem jogado no centro na selecção Uruguaia o que me parece bastante bem visto. Até que permitiria encaixar o Di Maria na esquerda. Para essa posição de médio/avançado já jogou o Rui Costa, Assis, Di Maria e Nuno Gomes. Curiosamente o Adu creio que nunca teve a oportunidade de jogar na sua posição natural. O Assis parece-me carta fora do baralho tal como o Di Maria. Sendo o Rui Costa a solução natural quem será o segundo jogador? Aposto no Nuno Gomes. Rodriguez e Adu desempenharão ocasionalmente essa função.

Na ala direita tem sido um total deserto de ideas. Bergessio é ridiculo a jogar na linha, não tem velocidade nem técnica. Di Maria foi fraco pois é incapaz de fazer um centro com o pé direito sendo sempre obrigado a meter para dentro, qualquer defesa o topa. Maxi também não tem velocidade apesar de ser muito certo a passar de primeira e a centrar, só não lhe peçam que vá em drible até à linha de fundo. Adu jogou algumas vezes mas não deu para ver muito. Rui Costa também por lá andou e até Katsouranis. Curiosamente Nuno Assis fez um excelente jogo este Sábado naquela posição. Aposto que dia 1 de Dezembro teremos novidades, pois é uma lacuna gritante do plantel. Até lá creio que o Nuno Assis ganhou o lugar e será ocasionalnente rendido pelo Rui Costa, ou por uma das sobras dos outros lugares (Di Maria, Adu, e porque não o Nelson?).

O ponta de lança é invariavelmente Cardozo. Será ocasionalmente substituido por Nuno Gomes. Aposto que aqui também haverá novidades em Dezembro. Dabao tem que ir rodar e Bergessio devolvido à precedência o mais rápido possível. Mantorras mantem o estatuto de jogador anti-bruxas, sendo chamado para partir tudo sempre que for preciso ganhar nem que seja à bomba.

Ora bem, de quem 30 tira 8 (Butt, Miguel Victor, Luis Filipe, Romeu Ribeiro, Andres Diaz, Coentrão, Dabao e Bergessio) fica com 22, junta-se o Mantorras, e zás 23, o número mágico que Camacho procura.

Em resumo:

GR: Quim, Moreira, Bruno Costa.
DD: Maxi e Nelson.
DC: Luisão, Zoro, David Luiz e Ed Carlos.
DE: Leo e Miguelito.
MC: Petit e Binya
MC: Katsouranis, Reforço (ate la Rui Costa, Maxi ou Assis,
ME: Rodriguez e Di Maria
10: Rui Costa e Nuno Gomes (eventualmente Rodriguez e Adu)
MD: Reforço, Nuno Assis, (Maxi, Adu, Rui Costa ou Nelson)
A: Cardozo, Reforço (ate la Nuno Gomes)

Mantorras está acima de qualquer plantel.

Adu é actualmente uma terceira opção para as posições da frente. Por muito que isto custe aos benfiquistas (e ao Sr LFV), não achava nada mal o Adu ser emprestado até ao final do ano a uma equipa tipo Belenenses.

Não duvido que na cabeça do Camacho as coisas não andem muito longe disto e a total desorganização e falta de um sistema de jogo sejam apenas uma ilusão de quem tem ainda umas lacunas no plantel e procura a melhor forma de as remendar. Para o bem e para o mal, este é o plantel que temos, e sinceramente não me parece que seja assim tão mau... falta entrosamento e sobretudo confiança. Falta o Luisão encontrar-se, o Petit recuperar, o Cardozo começar a enfia-las la dentro, não sofrermos golos em foras de jogo de 2 metros e quem sabe um ou outro penalti assinalado a nosso favor.

Nas proximas semanas vamos ter uma equipa mais equilibrada e as coisas vão comecar a correr bem. Até lá muita paciencia....



Go Red Sox!!!!

sexta-feira, 19 de outubro de 2007

siga pra Bingo

A nossa federação é de facto inacreditável. Após semanas a conduzir um inquérito decidiu punir o Sr Scolari com uma multa de 35 mil euros, sensivelmente o que o Scolari ganha numa semana fora contratos publicitários.

Se eu for apanhado a conduzir sem cinto de segurança pago 160 euros de multa cerca de 40% de uma salario minimo nacional.

Nos meus impulsos anarcas em que me dá para a desordem publica tenho que deixar de falar ao telemovel no carro, apanhar bostas do meu cao, estar embriagado na via publica, e em vez disso vou dar um enxerto de porrada no embaixador da servia... ah aproveito e peco a um amigo para filmar para depois por no youtube... sempre sai mais barato.

entrevista do camacho ao maisfutebol

uma entrevista muito interessante. o homem tem cabecinha e nao tem medo de dizer as coisas como elas sao. gostei da discussao sobre os reforcos do benfica. as jornalistas insistiram muito no cardozo, mas os pontos de vista dele sobre o di maria, o adu, o fabio, entre outros, e' muito interessante. a nao perder.

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

seleccao de jogadores vs. jogadores de seleccao

estou a ouvir o relato do jogo das quinas com os borats. assim como vi o jogo no sabado, comeco a pensar que o Quaresma, que ate' e' um jogador interessante no seu clube, nao e' um jogador que faca a diferenca na seleccao. perde muito a bola, falha muitos passes, erra muito cruzamento. sera' porque nao tem gajos a gritarem com ele em espanhol?

quantos jogadores desta seleccao serao jogadores de seleccao (ou eleicao) versus uma seleccao de jogadores feita para acomodar e satisfazer tudo e todos (leia-se bimbos, lagartos e jornalistas)?

tudo doido

Diz o Record que segundo "o News of the World, de Inglaterra, [o Benfica] está a ponderar avançar com oferta de 3,5 milhões de euros para adquirir Ricardo Rocha ao Tottenham. Os “Spurs” estão disponível para negociar, mas os encarnados não necessitam de um central. O internacional português já foi utilizado por Camacho a lateral-esquerdo, uma das posições que o técnico quer reforçar."


Disse aqui mais do que uma vez que a venda do Ricardo Rocha foi das piores decisões dos últimos anos e que em grande parte justificou o descalabro da equipa no final da última época quando ficámos privados do Luisão. O que eu disse o ano passado ainda tem mais significado este ano...

Agora expliquem-me uma coisa, o Tottenham vai perder dinheiro neste negócio porque? Ah, será pelo facto de o Ricardo ter sido operado recentmente e ter uma longa paragem à sua frente? E o Benfica precisa de mais um central lesionado exactamente para quê? Será para o Luisão, o David Luiz e o Zoro terem parceiro para a sueca na enfermaria? Claro que não, aliás, o Ricardo vem para suprimir a grande lacuna que temos no plantel que é na lateral esquerda. Evidentemente...

Pior que vender o Ricardo Rocha quando era dos jogadores mais influentes da equipa, só mesmo ir busca-lo lesionado para se juntar aos cinco defesas centrais que actualmente compõem o plantel, ainda por cima com o objectivo de eventualmente substituir o jogador (Leo) mais regular das últimas duas épocas.


PS - alguem noticia que o passe do Rodriguez custa 5 milhões de euros, uma pechincha digo eu.





terça-feira, 16 de outubro de 2007

kalimeros

porque o homem quando não está possuido pelo seu anti-benfiquismo primário até diz algumas coisas com jeito:

Como se sabe, há três clubes chamados grandes no futebol português: a Cigarra, a Formiga e o Kalimero.

O Kalimero é Sporting e é o caso mais problemático. Os tempos mudam e os tempos mudaram em desfavor do Kalimero: no futebol nacional, tal como na vida política ou demográfica do país, os tempos evoluiram para a bipolarização e o Kalimero é o parceiro sobejante. Em vão, vive a proclamar que foram eles que trouxeram o futebol para Portugal, que são eles os gentlemen e guardiões do templo com a profusão de condes e barões que deram ao nosso futebol. A verdade é esta: o Kalimero tem hoje menos títulos, no futebol e no resto, menos adeptos, menos assistências e incomparavelmente menos projecção e conhecimento internacional do que a Formiga. Pior do que isso, eles — que se reivindicam de donos do fair-play e do bom gosto — sofrem de cada vez que comparam o seu novo estádio, com nome de Visconde, a essa coisa linear e deslumbrante que é o Estádio do Dragão, e desesperadamente sentem que, em cada nova geração de adeptos que chega ao futebol, são muito mais os dragões do que os leões.

Dos três, o Kalimero é o que tem menos dinheiro e menos orçamento para o futebol, o que, em contrapartida, mais talentos cria e exporta, e o que mais faz das tripas coração para se manter na discussão ao nível do topo. Merece por isso um rol de elogios e só não merece todos porque lhe falta uma característica fundamental que distingue os verdadeiros desportistas e o verdadeiro fair-play das falsas nobrezas apregoadas: saber perder. O Sporting não sabe perder e, por isso, adoptou a atitude do Kalimero, sempre a queixar-se dos «meninos maus» que lhe roubam a bola no recreio. É já uma cultura entranhada entre os sportinguistas, tão entranhada como o é a cultura de vitória entre os portistas ou a cultura de superioridade entre os benfiquistas.

Como se tal não bastasse, o Kalimero usa, sem pudor algum, uma bitola com dois pesos e duas medidas, convencido de que ninguém nota a hipocresia. Quando acha que tem razões para se queixar do árbitro — o que sucede sempre que não ganha — arma um escabeche de todo o tamanho, com declarações inflamadas, comunicados patéticos ou rídiculas «procissões de luto»; quando são benficiados — o que acontece muito mais vezes e quase sempre quando jogam em Alvalade — calam-se muito caladinhos e assobiam para o ar. Dizem que só não foram campeões no ano passado porque sofreram um golo marcado com a mão, mas fingem não ter visto o golo que entrou dentro da sua baliza e não valeu ou os erros que lhes permitiram sair do Dragão com uma vitória. Este ano, passaram uma semana revoltados porque o árbitro não lhes marcou um penalty na Amadora, que não teria qualquer influência no resultado, mas calaram-se quando, em Alvalade e contra o Setúbal, o árbitro esqueceu um penalty a favor do Vitória, que teria modificado o resultado.

O «escândalo» desta semana é porque, dizem eles, lhe roubaram dois penalties na Luz ( o mesmo árbitro que os fez ganhar no Porto, em Abril passado…). Ora, penso que, se há alguém insuspeito a analisar um Sporting-Benfica, é um portista. E o que eu vi é que, dos três lances contestados no jogo, o único que oferece dúvidas acabou a beneficiar o Sporting: um penalty que João Moutinho terá cometido mesmo a terminar o jogo. O primeiro penalty reclamado pelo Sporting faz parte daquela categoria de penalties de que os sportinguistas reclamam aos dois ou três por jogo, já por hábito instalado. E o segundo, é preciso ter muito má-fé e uma total falta de vergonha para o reclamar. O país inteiro viu que não houve penalty algum, que o Katsouranis, a menos que fosse decepado, não podia evitar que a bola lhe batesse no braço. O juiz de linha viu mal e marcou penalty, o árbitro viu bem e não o marcou. Sustentar que deveria ter prevalecido a opinião do juiz de linha, mesmo que ela implicasse uma vitória falsa como Judas e com o argumento de que foi assim que o Benfica ganhou na Amadora, deita por terra, sem honra alguma, quaisquer veleidades de se armarem em donos do desportivismo.

MST - n' A Bola.

sexta-feira, 12 de outubro de 2007

a reviravolta do chelsea e a recusa do rijkaard

ja' aqui discutimos o despedimento do mourinho e as cambalhotas do chelsea em termos tecnicos. depois de muitos nomes terem sido mandados para o ar (com treinadores conceituados a dizerem, pura e simplesmente, que treinar o chelsea nao -- nao estou a ver o capello vergar-se ao abramovich, a mesma firmeza que fez com que o mourinho fosse despedido), o chelsea foi contratar o treinador do ajax, ten cate. quando pensei "pronto, la' vai o sr. treinar o chelsea", aparecem noticias hoje nos jornais a darem conta do interesse do chelsea no rijkaard. para treinador principal, no less, ficando o ten cate a adjunto. o rijkaard ja' disse que nao quer ir para o chelsea.

ora, eu nunca fui grande fa do rijkaard. continuo a achar que, mais do que no real, quem tem 'a disposicao ronaldinho, messi, etoo, deco, xabi, iniesta, marquez entre outros tem a obrigacao de ganhar TODOS os jogos. sem desculpas. o rijkaard, por varias vezes, deve ter levado os adeptos do barca a ficar de nervos em franja.

porque a recusa ao chelsea, provavelmente a um ordenado muito superior ao do barcelona, e com jogadores de grande qualidade? porque o rijkaard sabe, mais que ninguem, que o chelsea nao tem o messi, o ronaldinho, o deco, o iniesta... e ainda tem de por a jogar o schevchenko (este e' o "pringle" do chelsea, nesta altura... joga sempre, nunca marca)! ou seja, o rijkaard teria de treinar a equipa e nao se limitar a esperar que rasgos de genio de um puto de 20 anos lhe resolvam o jogo.

o rijkaard, continuo a dizer, nao e' um treinador fenomenal. nem de perto nem de longe. teve a sorte de estar no sitio certo na hora exacta e lhe ter sido dado para as maos a melhor equipa do mundo, logo atras do benfica. o poleiro dele em barcelona e' confortavel e ele prefere comprar mais messis do que se dar ao trabalho de treinar uma outra equipa. so' o laporta e' que ainda nao percebeu que as ambicoes do barca deveriam ser MUITO maiores...

terça-feira, 9 de outubro de 2007

O drama do minuto 65

E' chegado o momento. Scolari castigado vai falhar os proximos 3 jogos no banco (quatro, se entretanto fizer mencao de bater a mais algum jogador, 'a mulher ou ao cao).
Eu estou em pulgas para saber quem e' que agora vai dar ordem para fazer a substituicao Scolari#1 ao minuto 65 (tirar o ponta de lanca, meter um medio-lateral e por o Ronaldo a jogar no meio dos centrais).

(Tirar o Scolari do banco parece-me afectar tanto como... uh... como... tirar ai' uns quatro baldes de agua do oceano Atlantico... ou marcar eleicoes legislativas para a Madeira...)

cansaco ou nao jogar 3 vezes por semana

e 'a 7 jornada o campeonato volta a parar. desta vez por 12 dias. 12!! compromissos seleccionaveis, parece. eu ate' acho que os jogadores tem o direito de jogar pelo seu pais. ate' acho que e' honroso para o uruguai ter escalado o rodriguez, e para o paraguai ter escalado o cardozo. nao tenho nada contra jogos de seleccao desde que os jogadores nao voltem lesionados e cansados.

mas a FPF, a cada "espirro" que a seleccao da' (leia-se, a cada jogo da seleccao) decide parar os campeonatos profissionais de futebol. ora eu pergunto: porque? um clube como o benfica tem muitos jogadores internacionais e ainda bem. elevam o nome do clube a cada golo, a cada defesa, a cada partir de rins a um adversario. mas o pacos, o boavista, o setubal, e por ai fora, nao tem assim tantos jogadores profissionais. ou seja, ficam 12 dias a olhar para o boneco. nem a taca da liga consegue fazer com que os jogadores joguem mais jogos porque a liga e a federacao fecham para ferias sempre que ha' jogos da seleccao.

eu quase que aposto (nao sei de cor) que o campeonato ingles nao para sempre que a seleccao deles joga. e os clubes fazem, no minimo, 38 jogos por temporada. mais os da taca e da taca da liga. como e' que se resolve? promove-se o uso de equipas de reservas, de juniores, etc, por forma a nao afectar nenhum clube. se as estrelas do chelsea vao todas para a seleccao e o jogo de 4a feira for com o bolton, azar para o chelsea. tem de jogar com os reservas. mas o publico nao e' defraudado e nao fica 12 dias 'a espera de um jogo.

nao aceito conversas de cansacos de jogadores. eles no fundo sao pagos para andar a jogar 'a bola. com cabeca ate' se arranjava um campeonato mais competitivo. o que nao implicaria que o benfica nao acabasse por entrar na lista dos 5 ou 6 candidatos. mas implicaria, isso sim, que o pacos, o setubal, o belenenses e outros que tais tivessem mais hipoteses de lutar por lugares mais cimeiros.

nao admira que, mesmo contra reservas, o pacos, o belenenses e outros que tais levem tareias monumentais quando jogam na europa... mas ao menos o jogador portugues anda bem descansadinho...


12 dias... enfim...

expediente

A Federação concluiu hoje o relatório sobre os incidentes do Portugal-Sérvia, esperando-se que demorem agora 4 meses a decidir como punir os intervenientes e uns 3 anos a resolver os inevitáveis recursos.

Entretanto a UEFA analisou e puniu Scolari, e ainda teve tempo de analisar o recurso e por um ponto final neste romance.

Aqueles tipos em Genebra devem ser uns workaholics miseráveis. Aposto que aquela gente deve trabalhar umas 7 horas por dia. É abominável em pleno sec. XXI.

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

3 pontos que faziam falta

O actual momento do Benfica resume-se numa frase:

Não se corre para jogar, anda-se - como malucos - a jogar pra correr.
Quem o disse foi Calos Daniel no Inferno da Luz.


Ontem não foi diferente. O Camacho fez-me a vontade de voltar ao losango, tirando o Di Maria e dando a titularidade ao Binya. O Rui Costa volta para 10 e o Rodriguez e o Katso como interiores esquerdo e direito.

Nos primeiros 2 minutos deu para ver que o grande problema do actual plantel não está na imaturidade dos reforços DiMaria, Adu e Coentrão, na falta de eficácia dos avançados, ou na idade do Rui Costa. A nossa defesa é absolutamente confrangedora. O Maxi Pereira confirma-se cada vez mais como um jogador util mas limitado. O Leo tem metido água nos últimos 3 jogos de uma forma assustadora. EdCarlos continua macio e passivo. E o Luisão tem conseguido ser simplesmente pior que todos os outros juntos. Aquele penalti que ele cometeu no final da primeira parte (e é penalti porque a estupidez não serve de desculpa) é das coisas mais absurdas e idiotas que um jogador pode fazer... alguem se lembra de um tal de Miguel Vitor?

Para além da incompetência defensiva, quando jogamos contra equipas em 4x3x3, os nossos laterais ficam presos atrás e perdemos os nossos principais motores ofensivos pelas alas (essencias para o losango funcionar). Ontem o Leo e o Maxi quase não se viram... o Leo passou a noite a correr atrás de um tal de Sougou que não me pareceu nada mau.

O Binya voltou-me a surpreender pela positiva. Está longe de ter ganho a titularidade de uma forma indiscutivel mas creio que pode vir a ser um jogador muito útil e que pode ser uma forma segura de dar algum descanso ao Petit quando este regressar. Creio que o Binya precisa de controlar muito depressa a imagem de jogador durão, porque ele não é de forma nenhuma maldoso mas tem feito tantas faltas por entradas fora de tempo que é o tipo de jogador que se arrisca a ir para a rua por fazer duas faltas perigosas em 2 minutos.

Quanto ao Rodriguez continua a não haver muito a dizer. Desta vez acertámos na mouche e espero que o LFV compre depressa o passe do Uruguai em definitivo. É bom jogador, desiquilibra, luta e trabalha incansavelmente. E aqueles centros bem medidos são de chorar...

O Katso é daqueles que eu não sei avaliar... sinto que ele é uma clara mais valia e por outro lado sinto que podia sempre fazer algo mais... faz-me impressão ter um jogador como ele a interior direito mas talvez seja mesmo o melhor para a equipa uma vez que não vejo nenhuma alternativa válida. Quanto mais não seja, é um peso-pesado dentro da área e nós precisamos desesperadamente de transformar lances de bola parada em golo. O sucesso desta equipa, tão destroçada tactica e psicologicamente, passa por essas equipas especiais nos lances de bola parada. Qualquer americano sabe que os jogos se ganham na defesa, mas não se pode negligenciar as equipas especiais em detrimento do ataque. Os golos de canto (ou de lancamentos do Binya) valem tanto como as grandes jogadas de entendimento entre o Rui Costa, Rodriguex e NGomes.

O Rui Costa não só não jogou um peido como não se mexeu e demonstrou uma superioridade e um sobrancerismo preocupante... acho que precisa de descansar uma semanita, de bola e de entrevistas.

O Nuno Gomes marcou dois golos. Não só dois golos como dois golos à ponta de lança. Por si só seria assunto para um post inteiro... infelizmente, a lei das probablidades diz-nos que tal fenómeno só se deve voltar a repetir daqui por 3 eclipses lunares e como tal não me vou dar ao trabalho de elogiar algo que no fundo não é mais do que a sua obrigação.

Acho muito injustas as criticas ao Cardozo, sobretudo comparar a sua actuação á do Nuno Gomes. O Cardozo não foi feliz na área, mas revela um papel fundamental a ganhar e segurar bolas na frente . É um jogador fundamental quando a equipa não consegue fazer mais do que despejar bolas para a frente.


De uma forma geral fiquei agradado com o jogo de ontem. Foi mau em termos de entrega e péssimo em termos de ideas e fio de jogo. Mas por vezes à jogos que correm mal, e o jogo de ontem correu mal. E como diz o Mourinho, se correr mal ganhamos e se correr mal tambem ganhamos. Independentemente disso conseguimo-nos agarrar às nossas mais valias e aos poucos empurrar 0 adversário e esperar que um passe milimétrico de um dos nossos artistas conseguisse dar uma oportunidade aos avançados, e assim foi. A nossa defesa precisa muito de melhorar, e depois temos que nos manter realistas, aceitarmos as nossas limitações e aproveitarmos as nossas vantagens. Foi isso que fizemos ontem, se os adeptos forem pacientes ainda vamos ganhar mais uns jogos até ao final do campeonato....



Go Red Sox. Mets suck and Yankees swallow.

BeamerBall!!!

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

calma....

Foi de facto dificil assistir ao jogo de ontem, e a vitoria do Celtic foi particularmente desmoralizante.

No entanto não creio que seja caso para atirar já a toalha ao chão e despedir presidente, treinador e jogadores.

Há uma serie de factos que sao incontornaveis:
- o shakthar tem uma excelente equipa que este ano investiu mais de 70 milhoes de euros em jogadores.
- o benfica tem uma equipa muito pouco adaptada e sobretudo muito inexperience nestas andanças
- a actual equipa tem pouquissimo tempo de treino e muitos jogadores completamente desajustados das posicoes que têm vindo a ocupar.
- o flagelo das lesões continua.

OK, tudo isto sao desculpas e a seu tempo dever-se-à responsabiblizar o culpado por mais este catastrofico incio de epoca (e esse culpado é só um). No entanto, não acho que seja justo criticar a equipa ou até o treinador. todos eles estao a fazer o melhor que sabem e a nós resta-nos por um lado apoiar, e por outro mentalizarmo-nos que esta equipa nao tem qualidade para passar a fase de grupos nem para ganhar o campeonato. talvez para o ano estejam mais entrosados e com 2 ou 3 contratacoes pontuais se consiga fazer uma grande equipa assente mun modelo de jogo solido. Esperemos que no proximo Verão haja mais bom senso.

Ate la, é preciso dar tempo ao tempo, esperar que a sorte nos volte a bafejar, as bolas vão voltar a entrar e os penalties vao passar a ser assinalados.

Algumas consideracoes tecnico tacticas:

- Binya entrou ao som dos assobios mas rapidamente a equipa ganhou algum confianca com a sua presenca no meio campo. Gostei dele contra o Estrela e ontem ainda mais gostei. Tem ainda muitissimo para aprender, tivesse o Benfica um plantel mais seguro e ele deveria rodar mais um ou dois anos, como não tem, provavelmente vai ter de aprender mais depressa. Tem um coração enorme, uma presenca fisica brutal, passa razoavelmente bem a bola tanto curto como longo, remata forte, joga para a frente, faz faltas demais e tem um lancamento lateral como eu nunca tinha visto. Fiquei siderado a ver o Camacho roubar a bola das maos do Maxi e a chamar o Bynia para ser ele a fazer o lancamento e depois rendi-me a ver que ele pos a bola na area como muitos nem conseguem fazer com o pé. No momento actual do benfica nao me parece de desprezar esta capacidade invulgar. A meu ver, é aproveitar todas as oportunidades para por os nossos gigantes na area sempre que possivel (Cardozo, Katso, Luisao, EdCarlos, Nuno Gomes) e bolas la para cima até uma cair no sitio certo...

- O Maxi Pereira comeca a tornar-se num novo Beto. De novo, nada mais injusto. Ja deu para perceber o que ele é capaz e nao é capaz de fazer. Se os socios acham que por o assobiarem ele vai correr mais depressa, fintar todos os adversarios e marcar golos em catadupa entao assobiem. O Maxi é lento e nao tem capacidade de drible. Quem o contratou devia sabe-lo... eu percebi isso ao fim de 5 minutos. Felizmente o Maxi limita-se a fazer o que sabe, defender bem, passar a bola curto e rapido, e centrar para a area. Eu nao lhe peco mais do que isso e nao o vou assobiar na esperanca de ele fazer algo que nao sabe... Ja o DiMaria tentar remates a 30 metros da baliza quando tem 4-5 colegas dentro da area à espera do centro, isso sim, devia dar direito a rescisão com justa causa.

- o Rodriguez é um jogador extraordinário e nem percebo como foi possivel ir buscar um jogador desta qualidade a custo zero...

- É muito dificil para mim compreender o valor do katsouranis. Pareceu-me que estava a ser um excelente central e que teria perdido a corrida para o meio campo. A lesão do Petit trouxe-o às origens e fez um excelente jogo contra o Sporting. Ontem não gostei particularmente dele. Defensivamente pareceu-me chegar sempre atrasado e ofensivamente faltou sempre uma ponta de sorte. No final, as estatisticas da UEFA indicavam que foi o jogador que mais kilometros correu (o dobro do Rui Costa). Tiro-lhe o chapeu e não volto a questionar a sua entrega. Ele joga de sapatos de veludo e se nao dou por ele é porque corre sem pisar a relva.

- a nossa defesa foi confrangedora. O Luiao esta irreconhecivel, medroso e refilão. Nao impõe qualquer autoridade na área, e até o Ed Carlos parece ter mais noção do que está a fazer... Era arrepiante como por vezes andavam todos a correr atras da bola e largavam as marcacoes e depois pareciam putos numa rabia a tentar cheirar a bola... muito muito mau e verdadeiramente preocupante.

- O DiMaria parece-me estar a criar um problema tactico nesta equipa. Como é bom parece que tem de ser sempre titular, no entanto parece nao encaixar em nenhuma posicao. Faria sentido ele jogar num 4-3-3 para jogar descaido no ataque sobre a esquerda, no entanto não há rigorosamente ninguem para fazer esse papel sobre a direita, so mesmo o Rodriguez para desenrascar.... Um meio campo bem blindado com o Katso, Bynia e Costa devia funcionar bem... Por outro lado agradava-me muito voltar ao losango para jogarmos com dois avancados fixos na area e nesse caso o DiMaria estava fora. Bynia a trinco, Katso (ou Assis, para o katso ir para central) na direita, Rodriguez na esquerda e Costa a 10. Na frente Cardozo e MANTORRAS. Coxo ou nao coxo, o que esta equipa precisa é de espantar umas bruxas.



go red sox go

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

estou farto

e vao 5. 5 jogos sem ganhar. exibicoes tristes, poucas ocasioes de golo, golos falhados de baliza aberta. 5 jogos. se perder com o milan nem e' um desastre, perder com o shaktar e'. empatar com o braga e'. ganhar ao estrela em penalties para uma taca da liga mal amada e'. e empatar com as lagartixas e'.

ha' coisas, no meio disto tudo, que nao sou capaz de compreeender. primeiro e' como e' que e' concedida a titularidade, em bandeja de ouro, a quem nada faz para a merecer, nao e' sr. maxi? hoje, mais uma vez, pouco trouxe 'a equipa. e quando se pediu para fazer o lado direito, foi o mesmo que dizer ao shatkar "e' por aqui que devem atacar". tirar o nelson para por o nuno gomes percebe-se (primeiro porque o primeiro estava lesionado e segundo porque estavamos a perder). mas recuar o maxi para lateral nao percebi. nao estava a jogar grande coisa, passou a nao jogar.

o luisao parece que anda com medo da bola.

o di maria anda perdido no lado direito (sr. camacho, quando e' que percebe que o rapaz e' esquerdino, porra? a bola 'a barra quando ele passou para o lado esquerdo nao lhe diz nada?).

o cardozo ainda nao valeu os 9 milhoes.

o nuno gomes fez um remate excelente... 'a figura.

o edcarlos ora joga bem ora complica.

parece-me que os unicos que se safam sao o quim, o leo e o rui costa. de 11, ficamos com 3.

eu estou farto. estou farto por saber que os nossos jogadores se zangam uns com os outros quando deviam era lutar todos para ganhar jogos. estou farto de ouvir o camacho a queixar-se da falta deste ou daquele jogador crucial. estou farto de ouvir os comentadores da radio bater no clube do meu coracao. porque podem dizer que o campeonato e' longo e 8 pontos de atraso para o primeiro nao e' nada, e que 6 pontos de atraso para o primeiro do grupo na champions se recuperam. mas nao me parece que seja assim tao facil.

eu sei que a solucao e' esperar e vamos conseguir dar a volta 'a tendencia negativa e acabar o campeonato em primeiro com 80 pontos de vantagem sobre o segundo. mas comeco a ficar farto de promessas...

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Ensaio sobre a biologia do lagarto


"O lagarto e' um animal. Um animal rastejante e com gosma." Para isto, bastava um puto da segunda classe. Ora eu ja' fiz a segunda classe ha um camadao de tempo, portanto sempre fui aprendendo mais umas cenas. Resolvi por isso dissertar sobre a biologia do lagarto, particularmente focado sobre uma nova especie que anda agora a ser estudada cientificamente, o Esverdeadus parvus, ao qual me referirei como "parvus" para poupar espaco e tempo e paciencia e energia e tudo e tudo e tudo.

O parvus e' um animal rastejante. Rasteja por nao conseguir andar e nao conseguir voar e nao conseguir nadar, mas esta' convencido que rasteja porque rastejar e' in. Na verdade, o parvus esta convencido de muita coisa, a principal das quais que e' muito importante porque um dia, ha muitos ramos da arvore genealogica da evolucao, teve um tio que era um iguana. Apesar de nao ser mais do que um vulgar reptil, o parvus acha-se o maior. Por exemplo, julga-se infinitamente superior a outro bicho que rasteja e tem gosma, o caracol, ignorando propositadamente o facto de o caracol constituir um fantastico petisco nacional, enquanto que ninguem nunca se lembrou de comer lagarto, e muito menos parvus, porque aquilo tem todo o ar de ser absolutamente incomestivel.
Esta e' outra caracteristica fundamental da biologia do parvus - so' repara no que lhe interessa. E' mais um dos aspectos em que o parvus se assemelha bastante ao Luis Delgado.

O parvus e' invertebrado. O que lhe e' bastante util pela seguinte razao: para se tentar auto-promover relativamente aos outros animais rastejantes, o parvus gosta de fazer discursos cheios de pompa; o problema e' que lhe faltam os neuronios e por conseguinte o discurso putativamete pomposo resulta sempre numa grandiloquente asneira, em que o parvus tem que dar varias voltas sobre si proprio para conseguir chegar ao fim do palavreado - a fisionomia escrregadia permite-lhe conseguir tal sem dar tres nos cegos sobre si proprio.
Curiosamente, o parvus acha-se especialmente educado, chegando a discutir filosofia do conhecimento com outros animais reputadamente intelectuais. (No fundo, o parvus aspira a tal, e ignora deliberadamente que ninguem lhe liga nenhuma, mas continua a fazer de conta que o tomam a serio quando discutem a influencia do imperio persa na filosofia dos sofistas.)

O parvus tem problemas de identidade. Nao sabe bem quem e', e recusa-se a catalogar-se por comparacao com as restantes especies de lagartos, porque insiste em julgar-se uma especie superior. Por essa razao, o parvus adquire comportamentos de outros animais que ocupam posicoes superiores na arvore evolutiva. O parvus tem a obsessao de um dia poder voar, e como reparou que nao consegue, passou a odiar todas as aves. O ultimo exemplo documentado e' o de um exemplar parvus que assumiu comportamentos de pavao e ficou especialmente irritado quando o confundiram com uma galinha.

A hierarquia do ecossistema do parvus e' absolutamente excepcional. Enquanto que os outros animais se agrupam em torno do mais forte e capaz, que os lidera, os parvus movimentam-se em grupo sem lider definido, aparentemente porque nao ha nenhum parvus que seja suficientemente capaz, ou possivelmente porque cada parvus se acha superior aos restantes elementos da mesma especie. Este e' um enigma que aguarda resolucao.

Alem de ser absolutamente desprezivel do ponto de vista visual, o parvus tem funcoes indefinidas - ainda nao se descobriu se o parvus faz alguma coisa de util. Admite-se a possibilidade de ser utilizado apenas como intermediario na cadeia alimentar.